lista de convocados para a prova

Comentarios

Transcripción

lista de convocados para a prova
ANEXO II
CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CUIABÁ
CANDIDATOS CONVOCADOS PARA FAZER A PROVA DE
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
ADMINISTRAÇÃO – BACHARELADO
REQUERENTE
ADELAINE MORAES NOGUEIRA
ALESSANDRA NONATO LUCENA
ALEX ARANTES ROCHA
ANA CRISTINA DE OLIVEIRA GASPAR
ANA PAULA PEREIRA SILVA
CAMILA SILVA DE OLIVEIRA
CASSIA REGINA PEREIRA GUIMARÃES
DALVAN FIGUEIREDO DE SOUZA
DILCE RODRIGUES XAVIER
ELIANE DE ANDRADE
ELIAS INACIO DOS SANTOS JUNIOR
ELIZEU ALVES DA GUIA
FRANCINEIA BARBOZA DOS SANTOS
GABRIELA DAL MAS PINTOS
GEORGE HENRIQUE SANTOS ALMEIDA
GIOVANNI ALVIN BERNARDO DA SILVA
GISMAIRY DA SILVA CAMPOS
GREICE QUELLI SOUZA DE OLIVEIRA
GUILHERME CORTINHAS GAZETA
HEITON TIAGO GONÇALVES
HELLEN ORRANNA SOUZA PAZ
HÉVELIN APARECIDA DA SILVA MATTOS
JÉSSICA APARECIDA SETTE
JESSIKA CRISTINO NOBRE OLIVEIRA
JOÃO MANOEL FERREIRA DA CUNHA
JOÃO PAULO DE MOURA DE ARRUDA
JOSEANA ANDELIZE MIORANDO STOLPE
LAURA AUXILIADORA M DA SILVA
1
LAURA CAROLINE ALENCAR DE ASSIS
LEONELA CRISTINA SANCHES
LUCIANO SILVA RIBEIRO
MIRIÃ ANA DE AMORIM
MONIQUE MELANIA KEMPA
NATALIA CORREA PUGA DA SILVA
NAYARA PAESANO JUNQUEIRA
NEDER RIBEIRO DO NASCIMENTO JUNIOR
PAOLA BRUCE FERNANDES
PATRICIA A A ARANDA
PAULA CAROLINA DE MARAES PACHECO
RAFAELA LAGARES DE OLIVEIRA
RAQUEL DA SILVA DE PAULA
RAQUEL JORTEZ DA SILVA
REGINA LIDIA ULIANA DE SOUZA
RICARDO FRANCISCO BODNAR MASSAD
RODIEDY DA SILVA MORAES
TALITA LORRANY R DOS SANTOS
VALDENICE DE OLIVEIRA BASTOS
VALTER MARTINS DA SILVA
VIVIAN PINHEIRO SAMPAIO
WILLIAN LUIS DA COSTA
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Fundamentos da Administração: conceitos de administração e
organização, eficiência e eficácia, funções administrativas (planejamento,
organização, liderança, controle), níveis administrativos (estratégico, tático
e operacional), habilidades do administrador (conceituais, interpessoais e
técnicas), papéis dos administradores (interpessoais, decisoriais,
informacionais), centralização e descentralização, delegação, cultura
organizacional, administração participativa.
2. Teorias e Abordagens da Administração: Administração Científica,
Teoria Clássica, Teoria da Burocracia, Teoria Neoclássica, Administração
por Objetivos, Teoria das Relações Humanas, Teoria Estruturalista, Teoria
Comportamental, Teoria Sistêmica, Teoria da Contingência.
3. Áreas
funcionais
da
Administração:
marketing,
logística,
produção/operações, recursos humanos, finanças, materiais e patrimônio.
4. Ambientes da Administração e Organização: macro ambiente
(econômico, político e legal, tecnológico, ecológico, social e demográfico,
cultural,
competitivo);
micro
ambiente
(fornecedores,
clientes,
2
revendedores, mão-de-obra, meios de comunicação, sindicatos,
organizações de interesse especial).
5. Novas Abordagens da Administração: ética e responsabilidade social;
gestão ambiental, aprendizagem organizacional, empreendedorismo,
governança corporativa, Balanced Scorecard, Qualidade Total.
BIBLIOGRAFIA
CARAVANTES, Geraldo Ronchetti. Teoria Geral da Administração: pensando
& fazendo. Porto Alegre: AGE, 1998.
CARAVANTES et al, Geraldo R. Administração: teorias e processos. São Paulo:
Pearson Prentice Hall, 2005.
CHIAVENATO, Idalberto. Princípios da Administração: o essencial em teoria
geral da administração. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.
CHIAVENATO, Idalberto. Introdução a Teoria Geral da Administração: uma
visão abrangente da moderna administração das organizações. 7ª ed. Rio de
Janeiro: Elsevier, 2003.
CHIAVENATO, Idalberto Introdução à Teoria Geral da Administração. 7ª ed.
São Paulo: Campus, 2004.
CHIAVENATO, Idalberto Introdução à teoria geral da administração. 5 ed. São
Paulo: Makron Books, 1997.
CHURCHILL, G.A.; PETER J. P. Marketing: criando valor para o cliente. – São
Paulo: Saraiva, 2000.
DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: transformando idéias em
negócios. 2 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.
FLEURY, Maria Tereza Leme; OLIVEIRA JR., Moacir de Miranda (organizadores).
Gestão Estratégica do Conhecimento: integrando aprendizagem, conhecimento
e competências. São Paulo: Atlas, 2001.
HERRERO FILHO, Emílio. Balanced scorecard e a gestão estratégica: uma
abordagem prática. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.
KOTLER. P; KELLER, K.L. Administração de Marketing. 12 ed. São Paulo: Pearson
Prentice Hall, 2006.
MAXIMIANO, Antônio César Amaru. Teoria Geral da Administração: da
revolução urbana a revolução digital – 4ª ed., São Paulo, Atlas, 2006a.
MAXIMIANO, Antônio César Amaru Teoria Geral da Administração: da escola
científica à competitividade na Economia globalizada, 2ª ed., São Paulo, Atlas,
2000.
MAXIMIANO, Antônio César Amaru Administração para empreendedores:
fundamentos da criação e da gestão de novos negócios. São Paulo: Pearson
Prentice Hall, 2006b.
MEGGINSON et al. Administração: conceitos e aplicações. 4 ed. São Paulo:
Harbra, 1998.
SILVA, Edson Cordeiro da; Governança Corporativa nas Empresas: guia prático
de orientação para acionistas e conselho de administração. São Paulo: Atlas,
2006.
SILVA, R.O. Teorias da Administração. São Paulo: Pioneira Thompson Learning,
2005.
3
SLACK et al, Nigel. Administração da Produção. São Paulo: Atlas, 1997.
SOBRAL, F. PECI, A. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo:
Pearson Prentice Hall, 2008.
STONER, James A F.; FREEMAN, R. Edward. Administração. 5 ed. Rio de
Janeiro: LTC, 1999.
LOCAL DA PROVA
ADM – FaeCC - SALA 05 -Prédio Velho - Campus Universitário de Cuiabá - Av. Fernando
Corrêa da Costa s/n - Cuiabá - MT.
AGRONOMIA – BACHARELADO
NOME
Adriana Della Bella Marinho
Adrielly Proença Abdo
Alisson Henrique Braga
Álvaro Luiz Cavalcante Garcia
Anna Paula Lopes da Cruz
Ayrton Sens Brittes Junior
Bruna Noab Andrade Gomes da Silva
Cleder Ferreira da Silva
Danyllo Amorim da Silva
Davison Ribeiro Mendes
Dione Aparecido Castro
Fabrício Souza da Silva
Giordani Henrique Ferreira da Cruz
Gustavo Neves de Oliveira
Helena Régis Almeida
Ighor Wambasther de Arruda Bastos
Jéssica Cristine Costa Marques
João Bosco de Campos Filho
Joaquim Antonio de Moraes Paesano
Jorge Luiz Tadeu Rodrigues Filho
José Lino de Souza Filho
Jusley Rodrigues de Azevedo
Lívia Souza Domingos Nascimento
Luana Duarte Lima
Luiz Felippe Melo Queiroz
Maikon Alves dos Santos
Maria Laura de Freitas Roewer
4
Maxuel Morais Mesquita
Merita Albertini Chagas
Pedro Victor Oliveira da Silva Pinto
Poliana Mundim da Silva
Rafael da Silva Juliani
Rafael Fanzeres dos Santos
Rodrigo Brandão de Freitas
Rômulo Fernandes Zangeroli
Sávio Henrique de Almeida Sardinha
Sebastião Teixeira da Silva
Thais Lohaine Braga da Silva
Victor Luiz Ribeiro Bigatão
Vitor José Arruda Marinho
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
SOLOS:
Processos pedogenéticos;
Fatores de formação do solo;
Estudo e interpretação das propriedades físicas do solo;
Mineralogia das argilas;
Relação solo-água-planta.
Bibliografia
BERTONI, J; LOMBARDI NETO, F. Conservação de solo. São Paulo: Ed. Icone, 1999,
355p.
BRADY, N.C. Natureza e propriedades dos solos. Rio de Janeiro, Freitas Bastos, 1979,
647p.
EMBRAPA. Sistema brasileiro de classificação de solo. Rio de Janeiro, 2ª. ed., 2006.
306p.
KIEHL, E.J. Manual de edafologia. Relações solo-planta. Piracicaba: Ed. Agronômica
Ceres, 1979. 262p.
LEPSCH, I.F. Formação e conservação de solos. São Paulo: Oficina de textos, 2002.
178p.
REICHARDT, K. Processos de transferência no sistema solo-planta-atmosfera.
Campinas: Fundação Cargill, 4ª. ed., 1985. 466p.
VIEIRA, L.S. Manual da ciência do solo com ênfase aos solos tropicais. São Paulo:
Ed. Agronômica Ceres, 1988, 464p.
FITOTECNIA:
Fatores mesológicos e fisiológicos da produtividade das plantas;
Preparo do solo, semeadura, plantio e tratos culturais;
Genética e melhoramento de plantas;
5
Propagação das plantas.
Bibliografia
FLOSS, E.L. Fisiologia das plantas cultivadas: o estudo que está por trás do
que se vê. Ed. Universidade de Passo Fundo, 2008.
TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia Vegetal. 3 ed. Porto Alegre: Artmed. 2004. 719p.
GOEDERT, W. J. Solos dos Cerrados – tecnologias e estratégias de manejo.
Embrapa – Centro de Pesquisa Agropecuária d os Cerrados, 1985.
SOUZA, D.M. G.; Lobato, E. Cerrado: correção do solo e adubação. Embrapa,
2004.
FAGERIA, N. K.; STONE, L. F.; SANTO, A. B. Maximização da eficiência de
produção das culturas. Brasília: Embrapa Arroz e Feijão. 1999. 294p.
GRIFFITHS, A. J. F.; GELBART, W. M.; MILLER, J. H.; LEVONTIN, R. C.
Genética moderna. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 2001. 589p.
GARDNER, E. J.; SNUTAD, D. P. Genética. Rio de Janeiro: Interamericana. 1986.
497p.
BORÉM, A.; MIRANDA, G. M. Melhoramento de Plantas. 4 ed. Viçosa: UFV.
2005, 525p.
HILL, L. Segredos da propagação de plantas: cultive suas próprias flores,
legumes, frutas, sementes, arbustos, árvores e plantas de interior. Editora
Nobel, 1996.
ZOOTECNIA:
Noções de anatomia e fisiologia animal;
Funções zootécnicas;
Taxonomia zootécnica;
Noções de bioclimatologia e comportamento animal.
Bibliografia
DOMINGUES, O. Introdução à zootecnia; Rio de Janeiro, Serviço de Informação
Agrícola do Ministério da Agricultura.1968. 392p. (Série Didática, 5)
FRANDSON, R. D.; FAILS, A. D.; WILKE, W. L. Anatomia e fisiologia dos
animais de fazenda. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 2005.
SILVA, R. G. Introdução a bioclimatologia animal. Nobel/FAPESP. 2000 ed.
286 p.
LOCAL DA PROVA:
Sala 40 da Faculdade de Medicina Veterinária/ FAMEV (sala de vídeo). - Campus
Universitário de Cuiabá - Av. Fernando Corrêa da Costa s/n - Cuiabá - MT.
ARQUITETURA E URBANISMO – BACHARELADO
REQUERENTE
6
Ana Flávia de Oliveira
Antonio Carlos de Lara Fortes
Dolglas Alves Moraes Ferreira
Eduardo Sampaio de Magalhães
Emmanoelle Barbosa Camargo da Silva Maia
Estela Takase
Fabio Friol Guedes de Paiva
Fernanda da Rocha Triches
Fernanda Maslem Fontes
Flávia Barbosa Novelo
Gabriela Cristina Mendes Fernandes da Fonseca
Gabriela Hipolito Coelho
Gizele da Costa Pereira Mesquita
Hugney Medeiros Gonçalves
Ingrit dos Anjos Gomes
Iriane Talliny Langer
Jessica Vieira Serrano
João Paulo Pereira dos Santos
Kellen Melo Dorilêo Louzich
Laura Elize de Oliveira Rosa
Laysa Cristina Dias Pinto
Luis Tadao Hayakawa Ito
Luma Branquinho Garcia de Almeida
Marcela Bento Marcondes Guidio
Marcela Tasca de Araújo
Mariana Vilela de Oliveira Infantino
Mateus Resende Oliveira
Natalie Lafayette Sampaio
Patrícia Bublitz Nascimento
Pedro Paulo de Arruda
Priscila Ataide Pires
Regina Juliano Vaz de Campos
Suelen Pasqual Haeffner
Taciany Renata Mezzaroba Nogueira
Talitha Vaes Teixeira
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
As Provas de Avaliação dos candidatos a Transferência Externa terão como
objetivos aferir o conhecimento sobre o conteúdo programático do Curso de
Arquitetura e Urbanismo no que diz respeito:
7
1) Às disciplinas fundamentais e profissionais, como: representação gráfica,
desenho arquitetônico, computação gráfica, conforto ambiental e estudo dos
materiais e tecnologias dos sistemas construtivos;
2) Aos conhecimentos teóricos, históricos dos fenômenos arquitetônico em todo o
seu conteúdo físico, urbano e paisagístico;
3) A criatividade do candidato em estabelecer o dimensionamento de projetos com
visão: social, físico, estético do espaço arquitetônico e urbanístico.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA PARA A EXECUÇÃO DA PROVA
Eficiência Energética e Conforto Ambiental
CORBELLA e YANNAS. Em Busca de uma Arquitetura Sustentável para os
Trópicos. Rio de Janeiro: Revan, 2003
LAMBERTS. Roberto, et al. Eficiência Energética na Arquitetura. São Paulo:
PW, 1997
FROTA, Anésia, SCHIFFER, Sueli. Manual de Conforto Térmico. São Paulo:
Nobel, 2007
Desenho Arquitetônico
MONTENEGRO. Desenho Arquitetônico. São Paulo: Edgard Blücher, 2001
MONTENEGRO. Desenho de Projetos. São Paulo: Edgard Blücher, 2007
MONTENEGRO. A Perspectiva dos Profissionais. São Paulo: Edgard Blücher,
1983
Projeto de Arquitetura
NEVES, L. P. Adoção do partido na arquitetura. Salvador: Editora da
Universidade Federal da Bahia, 1998
HERTZBERGER, H. Lições de Arquitetura. São Paulo: Martins Fontes, 2002
CHING, F. D. K. Arquitetura - Forma, Espaço e Ordem. São Paulo: Martins
Fontes, 2001
Representação Gráfica e Computação Gráfica
MACHADO, Ardevan. Geometria Descritiva. São Paulo: Projeto Editores.
Associados, 26° ed.
PRÍNCIPE Jr. Alfredo dos Reis. Noções de Geometria Descritiva - Vol 1 e Vol 2.
Ed. Nobel.
COSTA, Lourenco; BALDAM, Roquemar. AutoCAD 2010 – Utilizando Totalmente.
São Paulo: Érica, 2009.
LIMA, Claudia Campos N. A. de. AutoCAD 2006-Col. Pd. São Paulo: Erica, 2007.
Urbanismo
BENEVOLO, L. Origens da Urbanística Moderna. Lisboa: Editora Presença,
1994.
ARGAN, G. C. História da Arte como História da Cidade. São Paulo:Ed. Martins
Fontes, 1992.
8
Urbanística benevolo
DEL RIO, V. Introdução ao desenho urbano no processo de
planejamento.São Paulo: Pini, 1985.
FARRET, R. L. O espaço da Cidade. Contribuição à análise urbana. São Paulo:
Projeto, 1987.
FRANCO, M. A. R. Desenho Ambiental. Uma introdução à Arquitetura da
Paisagem com o Paradigma Ecológico. São Paulo: FAPESP, 1997.*
FREIRE, J. Por uma Poética Popular da Arquitetura. Cuiabá: Ed ufmt, 1997.
CHOAY, F. O Urbanismo. São Paulo: Perspectiva, 2005.
HALL, P. Cidades do Amanhã. São Paulo: Perspectiva, 1995.
LEME, Maria C. Silva. Urbanismo no Brasil: 1895-1965.FUPAM.Studio
Nobel.1999
LOCAL DA PROVA:
UFMT - Bloco FAET - Sala AU101 - Campus Universitário de Cuiabá - Av. Fernando
Corrêa da Costa s/n - Cuiabá - MT.
COMUNICAÇÃO SOCIAL – PUBLICIDADE E PROPAGANDA BACHARELADO
REQUERENTE
Aron Augusto de Souza da Silva Robalos
Bianca Cristina Silva de Moraes
Brenda Rhuana Caparelli Nascimento
Juliane Nunes da Silva
Marina Daniela Silva Pontes
Osnar Andrade Couto
COMUNICAÇÃO SOCIAL – JORNALISMO – BACHARELADO
Requerente
André Elias Garcia Santana
Thaiza Assunção Garcia
Hélio Ferreira Mendes Júnior
Lorena Krebs Ferreira
Conteúdo Programático e Bibliografia para prova específica de transferência:
a. Teorias da Comunicação
HOHLFELDT, Antonio; MARTINO, Luiz C.; FRANÇA, Vera Veiga. Teorias
da comunicação: conceitos, escolas e tendências. 7 ed. Petrópolis:
Vozes, 2007
b. Sociedade Digital
9
GOSCIOLA, Vicente. Roteiro para novas mídias – do cinema às mídias
interativas. São Paulo: Ed. Senac, 2003.
c. Comunicação e Semiótica
SANTAELLA, Lucia. Semiótica aplicada. São Paulo: Ed. Pioneira, 2002
d. Interface, Comunicação e Cultura
MARTIN-BARBERO, Jesus. Dos meios as mediações – comunicação,
cultura e hegemonia. Rio de Janeiro: UFRJ, 2001.
LOCAL DA PROVA:
Sala COS 2, Bloco de laboratórios do Curso de Comunicação Social - Campus
Universitário de Cuiabá - Av. Fernando Corrêa da Costa s/n - Cuiabá - MT.
DIREITO – BACHARELADO (Noturno)
Requerente
AGILSON AZIZES FERREIRA
ALEX RODRIGUES TEIXEIRA
AUDINÉSIA TITO CASSIMIRO
BRENA NAYARA FERRAZ DE SOUSA
CARLOS AUGUSTO SCHEWENGBER
CAROLINE ARAUJO RECH LIMA
DAMARIS CRISTINA DE LIMA FARIA
DÉBORAH REGINA NASCIMENTO SILVA
EDEN CESAR RODRIGUES DA COSTA
ELEANDRO MACHADO DA VEIGA
FELIPE ARATANI DE OLIVEIRA
FLAVIO FERREIRA PAES FILHO
GRACYANO LUIZ MARQUETTI VIVAN
HEYDI FERNENDA DA SILVA
HONÓRIO GONÇALVES DOS ANJOS
HUGO FELIPE MARTINS DE LIMA
ISAQUE LEVI BATISTA DOS SANTOS
ÍTALA KASSIA ALVES ROCHA
JOSIELLEN THAYANE MATOS DA SILVA
JUNIOR LUIS DA SILVA CRUZ
KATIELE CARRIEL
LEANDRO ATAÍDE PIRES
LEONARDO ANTÔNIO DE BARROS REIS
LUIS HENRIQUE AMARILLA MENDES
MARCOS VINÍCIUS OLIVEIRA FERREIRA DA SILVA
10
MARIA LUCEIA DE SOZA MORAES
MARINALVA LENIR LEITE DE SOUZA
NAPOLEÃO CARLOS CORREIA DA ROCHA FILHO
NATÁLIA HELENA DE CAMPOS COUTINHO
NILTON FERREIRA DA SILVA
OCTÁVIO AUGUSTO GARCIA DA SILVEIRA
PATRICIA CAMILA FRAGA
PAULO CÉSAR ARANTES SERAFIM
PERSEU AZUL SAFI LEAL
PHILIPE EDUARDO RODRIGUES ARAUJO
REGINALDO AZIZES FERREIRA
ROECSON VALADÁRES SÁ
SAMANTHA CARDOSO VIEIRA
TALITA OLIVEIRA DE SANT'ANA
THAYNARA BENTO FREIRE
THIAGO FERNANDES DOS SANTOS
TIAGO APARECIDA HOUKLEF RIBEIRO
VINICIOS BARROS RIBEIRO
WANDERLEY LUIS KUHN JUNIOR
YAGO PAELO PRATES
DIREITO – BACHARELADO (Matutino)
Requerente
AMANDA SILVA DE OLIVEIRA
FRANCISCO DIOGO ALVES DE ALENCAR
GABRIELA FREITAS DE OLIVEIRA
HENRIQUE ANTONIO DE LIMA NETO
JEAN DENNIS MENDES DE ALMEIDA
PEDRO MATTOSO RIBEIRO
RAFAELA LUIZA SILVA OLIVEIRA
RAPHAELA PASSOS SILVEIRA BUENO
SARAH GONÇALVES RAMOS COSTA
VALDETE RANGEL SOARES
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E BIBLIOGRAFIA
11
12
13
14
15
16
17
LOCAL DA PROVA:
Salas 07 e 08 da Faculdade de Direito - Campus Universitário de Cuiabá - Av. Fernando
Corrêa da Costa s/n - Cuiabá - MT.
18
ENFERMAGEM – BACHARELADO
REQUERENTE
Adair Márcia Oliveira Silva
Amanda C. A. de Souza
Ana Paula Alves de Souza
Ana Paula Nascimento Ferreira
Anna Carolina Pinho Scardua
Anna Clara Soares de Brito
Annelyze Crystina Rondon de Souza
Bruna Michaelsen
Bruna Mota Bispo
Camila de Oliveira Ribeiro
Carla Regina de O. Da costa
Carlyenne Michelle de Barros Rondon Folles
Caroline Ortiz Cortez
Catarine Maria Fin Cajango
Daiany Amaral Gonzaga
Daniel Alvaro de Camargo
Debora Khadine Zanin Tenório
Deyse Pedroso da silva
Dhiego Rangel Bispo Anchieta
Douglas Ferreira Nonato
Elenir Sonia Conceição
Elizandra Neves dos Santos
Ellen W. M. Palmeira
Fabiano Vasconcelos de Moraes
Felipe Simioni Santos
Gleide Gomes da Silva
Hellen Cristina Dias dos Santos
19
Hyonara Rubia da Guia de Oliveira
Ithalo Paolo Rondon de Siqueira
Jenifer Souza de Almeida
Jéssica Cavalcante da Rocha
Jéssica Raiane Alves de Lima
Jhennephe Belizário Dourado Martins
Juliane Dourado Alves de Lima
Kamila de Castro H. da silva
Karine Ferreira da Silva
Layana Barbosa da Silva
Letícia Benhossi
Lhays Silva Barros
Lílian Ana da Silva Terra
Lívia Mara Borges Nohama Fernandes
Loisane Camila Lima de Souza
Lorene Elis Gomes Canett
Lucimara Lima de Almeida Santos
Ludmylla Neves de Jesus
Mallu Gabrielle dos Santos
Maralúcia Miranda da Silva
Marcela Batista Lima
Marcelo Amancio Ramalho
Maria Luíza Souza Oliveira
Michelly De Jesus Souza
Nátally Tracy B. Lima
Pâmela Neves de Oliveira
Paulina Latifa Iamin
Renata Ito de Araújo
Rodrigo Pereira Costa
Romária de Abreu Moraes
20
Rosângela Mira Barboza Nunes
Sara Letícia de Souza Flor
Sônia Márcia de Miranda
Taiene Marcela dos Santos Almeida
Thaís de Paula P. Lima
Thaís Prado de Souza
Thaise Gabriela C. Elias
Thaissa Blanco Bezerra
Thaysa Camilla da Silva Cabral
Thiago Salomão Bessa
Thuany Meira Giraldo
Valeria Silva
Wanderson Antonio de Souza
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E BIBLIOGRAFIA:
História da enfermagem, Conceito de enfermagem, Trabalho da Enfermagem, O
cuidado de enfermagem, Sistema Único de Saúde (SUS), integralidade de
atenção à saúde, Organização e hierarquização da atenção à saúde.
Bibliografia:
AMANTE, L. N. et. al. A organização da enfermagem e da saúde no contexto
da idade contemporânea (Século XIX). In: PADILHA, M.I., BORENSTEIN, M.S.,
SANTOS, I. Enfermagem: história de uma profissão. São Caetano do SUL, SP:
Difusão Editora, 2011. p. 147 – 181.
BRASIL. Constituição. Constituição [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF,
Senado Federal, 1988.
BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Humanização: Ministério da Saúde,
2004. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/doc_base.pdf
PORTARIA MS-GM nº 2.488, de 21/10/11 DOU de 24/10/11 p.48 – seção 1 nº 204
- Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de
diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica, para a Estratégia
Saúde da Família (ESF) e o Programa de Agentes Comunitários de Saúde(PACS).
OGUISSO, T. Florence Nightingale. In: Oguisso, T. (org.) Trajetória histórica e
legal da enfermagem. 2º ed. rev. ampl. Barueri, SP: Monole, 2007. p. 58 – 97.
21
FELLI, V. E., PEDUZZI, M., O trabalho gerencial em enfermagem. In:
KURCGANT, P. (coord.) Gerenciamento em enfermagem. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2005. p. 1 – 13.
Critérios de avaliação da prova de conhecimentos específicos:
INSTRUMENTO DE CORREÇÃO DE PROVA ESCRITA
RG: __________________________
NOTA FINAL ATRIBUÍDA: _____ (__________________________________)
CRITÉRIOS
Consistência de idéias
e Argumentação –
adequação ao tema
proposto, responde à
questão colocada (de
forma parcial ou
completa); responde
aos tópicos elencados
como essenciais.
Capacidade de
Redação – presença
de elementos
relevantes
(introdução,
desenvolvimento e
conclusão); qualidade
ortográfica e
gramatical.
VALORES
DEFINIDO ATRIBUÍDO
OBSERVAÇÕES
8,0 pontos
2,0 pontos
LOCAL DA PROVA:
Salas 07, 08 e 09 do CCBS III Faculdade de Enfermagem/FAEN - Campus
Universitário de Cuiabá - Av. Fernando Corrêa da Costa s/n - Cuiabá - MT.
22
ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL – BACHARELADO
REQUERENTE
Adriana Rodrigues do Amaral
Adriana Saraiva Schmitt
Albert Hugo San Martin de Souza
Ana Karoline Eugenio
Ana Paula da Silva Rocha
Ana Rafaela Nascimento Pereira
Brunna Borges Dolan
Caroline Alves Dávalos dos Santos
Christiano Neves Cardoso Neto
Daniel Felipe Figueiredo de Arruda
Douglas Neumann de Oliveira
Edilaine de Oliveira
Edmar Marques Santos
Elizaura Maria Alves da Silva
Flaviele dos Santos Souza
Gabriel Ribeiro Valente de Albuquerque
Gabriela Lemos do Prado
Geice Ramos Viana
Ilda Alves Ignácio
Iuly Nassarden Brugnoli
Jaqueline Gomes de Araújo
Jaqueline Santos Carvalho
Kárita Pryscila Moreira do Vale
Kelly Mara Neves Nunes Azevedo
Keyla dos Santos Sigarini
Letícia Freire de Almeida
Lucas Souza Knippelberg
Maurício Pinheiro de Souza Filho
Naira de Resende Oliveira
Nicolle Kalix Paes de Barros
Patrícia Dalmas Silvestrin
Paulo Ricardo de Almeida Silva
Rafael de Alencar Neves
Rafael Ranconi Bezerra
Rafaella Iurk Martinelli
Renan Filipe Quaresma Martins
Romeny Alves Xavier
Sulamita Miranda de Almeida
Thales Veiga Martins Higa Tunes
Thiago Bravo Ribeiro
Wanessa Marcoski
Wilany Pricilla de Oliveira Guimarães
Wilson Silva Ferreira Junior
Winicios Thiago Pereira de Almeida
Yuri Correa de Souza
23
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
Fundamentos de Engenharia
Matemática
Teoria das Probabilidades
Funções
Limites e Derivadas
Geometria Plana
Geometria Espacial
Física
Mecânica: Estática, Cinemática, Dinâmica
Termologia
Termodinâmica
Química
Química Geral
Físico- química
Química Orgânica
Conhecimentos Específicos para Engenharia Sanitária e Ambiental
Ciclos Biogeoquímicos
Ecologia
Saneamento e Saúde Pública
Meio Ambiente
BIBLIOGRAFIA:
Barrow, Gordon M. Físico – Química. Reverté. 2009
Biscuola, Gualter Jose; Doca, Ricardo Helou; Villas Boas, Newton. Tópicos de Física Vol. 2 - Termologia , Ondulatória e Óptica - - SARAIVA 18ª edição.2007
BRAGA; Benedito et al. Introdução à Engenharia Ambiental. São Paulo. Pratice
Hall, 2002.
24
Campbell, Mary K.; Bettelheim, Frederick A.; Farrell, Shawn O.; H. Brown, William.
Introdução À Química Geral, Orgânica e Bioquímica - Cengage Learning 9ª Ed. 2009
Dolce, Osvaldo; Pompeu, José Nicolau. Fundamentos de Matemática Elementar Geometria Plana - Vol. 9 – Atual. 8ª Ed. 2005
Gaspar, Alberto. Física 2 - Ondas, Óptica e Termodinâmica. Ed. Atica
Hazzan, Samuel. Fundamentos de Matemática Elementar - Combinatória , Probabilidade Vol. 5. Atual
Iezzi, Gelson. Fundamentos de Matemática Elementar - Limites Derivadas Noções de
Integral – Atual. Vol. 8 - 6ª Ed. 2005
Iezzi, Gelson. Fundamentos de Matemática Elementar - Geometria Espacial - Vol. 10 - 6ª
Ed. Atual. 2005
MOTA, Suetônio. Introdução à Engenharia Ambiental. 3a ed. Rio de Janeiro:
ABES, 2003.
Murakami, Carlos; Iezzi, Gelson. Fundamentos de Matemática Elementar - Conjuntos ,
Funções - Vol. 1 – Atual. 8ª Ed. 2004
Nussenzveig, Hersh Moyses. Curso de Física Básica 1 – Mecânica. EDGARD
BLUCHER 4ª Edição
Silva, Sebastião Medeiros. Matemática Básica para Cursos Superiores.
TREICHEL Jr. Paul; KOTZ, John C. Química Geral e Reações Quimicas - Vol.ICengage Learning. 6ª Ed.
LOCAL DA PROVA:
Auditório ESA – Bloco F departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental –
FAET - Campus Universitário de Cuiabá - Av. Fernando Corrêa da Costa s/n - Cuiabá - MT.
MEDICINA VETERINÁRIA – BACHARELADO
REQUERENTE
FERNANDO RIBEIRO DA SILVA
JHEAN HUGO DIAS DA SILVA
QUÉZIA CAMARGO DA CRUZ
JHONANTHAN BENEDITO R. CORRÊA
EVERTON SANTOS SOUZA
25
ESTEPHANIE NUNES
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
• Introdução à Ecologia. Fatores abióticos principais. Fatores abióticos
secundários. Biociclos. Ecossistemas. Pirâmides ecológicas. Cadeias
alimentares. Dinâmica de populações. Ciclos biogênicos. Produtividade dos
ecossistemas. Preservação e conservação dos recursos naturais. Ecologia
do cerrado, mata e pantanal.
• Anestesiologia: definições; vias de administração dos fármacos utilizados
em anestesiologia; estabilização e preparação do paciente para anestesia;
medicação pré-anestésica; anestésicos injetáveis; anestesia geral
inalatória; anestesia dissociativa; monitorização da anestesia; riscos e
complicações da anestesia; anestesia loco-regional.
• Estudo dos processos tecnológicos para a obtenção da carne in natura
(bovina, suína, de aves). Transformação do músculo em carne. Bioquímica
da deteriora dos pescados. Métodos de captura dos pescados.
Processamento tecnológico dos produtos não comestíveis de origem
animal. Tipificação e cortes de carnes. Estudo dos aditivos intencionais.
Fatores que interferem na multiplicação microbiana em alimentos. Estudo
dos princípios e métodos de conservação de alimentos. A elaboração dos
produtos derivados de carnes e de pescados (curados, defumados,
embutidos e não embutidos, reestruturados, conservas). Estudo das
embalagens para alimentos. Definição, composição, classificação, valor
nutritivo, características químicas e sensoriais do leite. Propriedades físicoquímicas do leite. Obtenção higiênica do leite, pré-beneficiamento e
beneficiamento. Estabelecimentos de leite. Conservação do leite pelo calor:
pasteurização e esterilização. Produtos derivados de leite (creme,
manteiga, queijo, leites desidratados, leites fermentados, sorvetes,
sobremesas lácteas e outros derivados de leite): definições, classificações
e respectivos processamentos tecnológicos. Aproveitamento do soro. O ovo
como alimento. Estrutura e composição do ovo. Fisiologia da postura.
Defeitos em ovos. Fatores que influem na avaliação comercial do ovo.
Processamento do ovo in natura. Propriedades funcionais do ovo. Produtos
derivados de ovos. Definição, composição, obtenção, beneficiamento e
classificação do mel e produtos apícolas. Biologia das abelhas melíferas.
• Situação Atual e Perspectivas da Caprinocultura e Onivocultura no Brasil e
no Mundo; Principais Raças de Caprinos e Ovinos Criadas no Brasil,
Cruzamento e Seleção; Instalações para Caprinos e Ovinos; Reprodução e
Manejo Reprodutivo; Doenças e Profilaxia; Nutrição e Alimentação de
Caprinos e Ovinos; Manejo Geral do Rebanho; Produção de carne, Leite e
pele.
• Introdução à zootecnia. Conceituação, histórico, objetivos, importância,
bases fundamentais e relações com outras disciplinas. Origem e
domesticação dos animais. Caracteres zootécnicos. Conceitos de: espécie,
raça, linhagem, família e indivíduo. Biotipologia. Características primárias e
secundárias dos animais e sua importância na avaliação e julgamento
26
destes. A utilização dos animais domésticos, funções produtivas,
classificação, especializações das funções, escolha de reprodutores. A
ginástica funcional dos diferentes aparelhos e sua importância na
produtividade do rebanho. População e importância para o Brasil e demais
países, raças nacionais e estrangeiras de interesse para o país. A formação
do rebanho e o sistema de criação. Instalações e equipamentos adequados
a cada tipo de exoploração. Os cuidados de manejo de conformidade com a
espécie, o tipo de exploração, faixa etária, etc.. o comportamento dos
animais e suas necessidades climáticas. Bioclimatologia.
•
•
•
Estudo dos padrões de identidade e qualidade dos produtos derivados de
bovinos, suínos, aves, ovos, leite, pescados, mel, bem como os métodos
analíticos físico-químicos, e microbiológicos para os produtos de origem
animal. O controle da produção, armazenamento, distribuição e
comercialização dos produtos de origem animal frente às legislações
nacionais e internacionais. Estudo da legislação concernente à obtenção
higiênica, programas de auto controle, boas práticas de fabricação (BPF),
procedimentos padrões de higiene operaciona (PPHO), e análise de
perigos e pontos críticos de controle (APPCC). Noções de microbiologia de
alimentos, micro-organismos alteradores, micro-organismos fermentadores
e micro-organismos patogênicos de interesse em inspeção. Estudo das
técnicas de inspeção higiênica, sanitária e tecnológica (IHST) exercidas
pelo Médico Veterinário inspetor durante a obtenção de carne bovina,
suína, ovina, e de aves. Estudo das técnicas de inspeção higiênica,
sanitária e tecnológica (IHST) exercidas pelo Médico Veterinário inspetor
durante a obtenção de ovos e derivados.Estudo das técnicas de inspeção
higiênica, sanitária e tecnológica (IHST) exercidas pelo Médico Veterinário
inspetor durante a obtenção de mel e cera de abelhas. Estudo das técnicas
de inspeção higiênica, sanitária e tecnológica (IHST) exercidas pelo Médico
Veterinário inspetor durante a obtenção de pescados e derivados. Estudo
das técnicas de inspeção higiênica, sanitária e tecnológica (IHST) exercidas
pelo Médico Veterinário inspetor durante a obtenção de leite e derivados.
Programa de resíduos biológicos em alimentos de origem animal (PNCRB).
Intoxicação por defensivos usados na agropecuária. Intoxicação por
produtos químicos industriais. Intoxicação por plantas tóxicas. Doenças
causadas por toxinas. Colheita de material para exame.
Definições dos conhecimentos básicos sobre Avicultura de corte e postura.
Reconhecer as condições essenciais para a exploração avícola.
Características e importância da situação mundial, nacional e regional da
Avicultura. Instalações para aves de corte e de postura. Principais práticas
de manejo para as diferentes fases da criação. Caracterização das
principais raças, linhagens mais utilizadas no mercado. Programas de
melhoramento/cruzamentos utilizados para a obtenção das atuais linhagens
disponíveis no mercado. Fisiologia das aves. Noções de Biossegurança.
Programas de Controle Sanitário
27
•
•
•
•
•
Energia: Carboidratos e lipídeos como fornecedores de energia. Exigências
em energia das diferentes espécies animais de interesse zootécnico.
Proteína: Qualidade da proteína e sua importância para os animais.
Macro-elementos minerais: cálcio, fósforo, sódio, cloro, potássio, magnésio
e enxofre. Micro elementos-minerais: ferro, cobre, zinco, manganês, iodo,
cobalto, molibdênio, selênio, flúor, cádmio. Vitaminas: hidrossolúveis e
lipossolúveis. Técnicas de aferição do consumo e da digestibilidade dos
alimentos pelos animais. Classificação dos alimentos e identificação das
correspondentes fontes: alimentos energéticos, alimentos protéicos,
elementos minerais, vitaminas, suplementos e aditivos. Técnicas e métodos
de alimentação racional dos animais domésticos tendo como base os
princípios da nutrição e de utilização de forragens volumosas.
Bromatologia: composição centesimal dos alimentos. Determinação dos
diferentes componentes dos alimentos. Estudo das alterações dos
alimentos: controle de qualidade. Produção e manipulação dos alimentos:
avaliação e preparo de misturas minerais para diferentes espécies animais.
Agrostologia: identificação e caracterização das principais plantas
forrageiras e seu cultivo; sementes de forrageiras: colheita, secagem,
armazenamento e dormência; tratamento pré-plantio. Inoculação e
peletização de leguminosas, pastagens e capineiras; ensilagem e fenação.
Introdução à Terapêutica Veterinária. Prescrição de receitas.
Antibioticoterapia. Antifúngicos. Antivirais. Analgésicos. Antiinflamatórios
não esteroidais. Corticoideterapia. Fluidoterapia. Hemoterapia. Terapêutica
tópica e sistêmica:pele, ouvido e olho Terapêutica do sistema respiratório.
Terapêutica do sistema cardiovascular. Terapêutica do sistema renal.
Terapêutica do sistema digestório, Terapêutica das intoxicações.
Identificação do material genético. Estrutura e replicação do DNA;
transcrição e tradução. Mutação gênica. Herança gênica. 1ª e 2ª Leis de
Mendel. Poliibridismo. Interações Alélicas. Alelos múltiplos. Determinação
do sexo. Herança relacionada, restrita e influenciada pelo sexo. Aberrações
cromossômicas numéricas e estruturais. Ligação e Permuta. Epistasia e
Pleiotropia. Efeitos do ambiente na expressão gênica. Biotecnologia.
Órgãos e células do sistema imune; Antígenos, haptenos e adjuvantes;
Anticorpos;
Sistema
Complemento;
Complexo
Principal
de
Histocompatibilidade; Resposta imune celular específica; Resposta imune
humoral primária e secundária; Reações sorológicas; Mecanismos de
resistência a infecções causadas por vírus, bactérias, protozoárias e
helmintos; Fundamentos da Vacinação; Tipos de vacinas; Grupos
sangüíneos de animais domésticos; Reações de hipersensibilidade;
Imunologia de transplantes; Imunologia de tumores Autoimunidade de
doenças autoimunes.
Introdução ao estudo da patologia veterinária. Alterações celulares e
teciduais reversíveis e irreversíveis. Distúrbios de pigmentação: pigmentos
exógenos e endógenos. Distúrbios circulatórios: hiperemia e congestão,
hemorragia, trombose, embolia, isquemia, infarto, edema e choque
circulatório. Inflamação e reparação: generalidades, componentes da
28
•
•
reação, classificação dos exsudatos, mecanismos de lesão tecidual,
reparação. Distúrbios do crescimento, alterações progressivas e
regressivas. Anomalias e mal formações: defeitos congênitos e adquiridos.
Neoplasia: definição, classificação e nomenclatura, diagnósticas e
prognósticas, etiologia das neoplasias. Estudo das alterações pós –
mortem, não lesões e lesões de pouco significado. Técnicas de necropsias
das principais espécies domésticas. Técnicas de colheita, fixação,
processamento e colorações para o estudo histopatológico. Estudo
microscópico dos processos patológicos gerais. Técnicas para descrição
dos achados macroscópicos.
Patologia Cirúrgica Geral: traumatismo em geral, distrofias cirúrgicas,
infecções cirúrgicas, afecções cirúrgicas da cabeça, afecções cirúrgicas do
aparelho digestório, afecções cirúrgicas da coluna vertebral, afecções
cirúrgicas do aparelho genital, afecções cirúrgicas do aparelho reprodutor,
afecções cirúrgicas do sistema respiratório, afecções cirúrgicas do sistema
circulatório, afecções cirúrgicas do sistema locomotor.
Introdução a Parasitologia Veterinária e suas finalidades. Generalidades
sobre parasitos, hospedeiros e parasitismo. Filo Arthropoda: Classe
Arachnida:
Ordem
Ixodida
(Metastigmata),
Ordem
Gamasida
(Mesostigmata), Ordem Acaridida (Astigmata) e Ordem Actinedida
(Prostigmata). Classe Insecta: Diptera, Hemiptera, Siphonoptera e
Phithiraptera. Filo Platyhelminthes: Classe Trematoda: Família Fasciolidae,
Família Dicrocoeliidae, Família Paramphistomatidae, Schistosomatidae. Filo
Platyhelminthes: Classe cestoda: Ordem Cyclophyllidea e Pseudophyllidea.
Filo Acanthocephala: Giganthorhynchidae. Filo Nemathelminthes: Classe
Nematoda: Ordem Strongylida, Ascaridida, Oxyurida, Rhabditida, Spirurida,
Enoplidae
Diagnóstico
coproparasitológico.
Protozoários:
Sarcomastigophora: Giardia, Histomonas, Tritrichomonas, Trypanosoma,
Leishmania. Apicomplexa: Eimeria, Cystoisospora, Isospora, Hepatozoon,
Neospora, Toxoplasma, Sarcocystis, Babesia, Theileria, Plasmodium,
Haemoproteus. Ordem Rickettsiales: Família Anaplasmataceae: Ehrlichia
canis, Anaplasma marginale, Anaplsma platys. Família Rickettsiaceae:
Rickettsia rickettsii.
BIBLIOGRAFIA:
Adalto Costa; Noções básicas de Agroecologia e Zootecnia; 1ª Ed; D Press; 2009.
ALCÂNTARA, P.B., BUFARAH, G. Plantas forrageiras: Gramíneas e
Leguminosas. São Paulo, Nobel, 1988. 163p.
AMIOT, J. Ciência e Tecnologia de la leche. Zaragoza: ed. Acribia, 1991. 547 p.
ANDRIGUETTO, J.M. Nutrição animal. Editora Nobel (vol 1 e 2), 1981
BANKS, William J. Histologia veterinária aplicada. 2. ed. São Paulo: Manole, 1992
BEHMER, M. L.A . Tecnologia do Leite. São Paulo: Nobel, 10ª ed., 1980. 320 p.
BERCHIELLI, T.T.; PIRES, A.V.; OLIVEIRA, S.G. Nutrição de Ruminantes.
FUNEP. 2006. 583p.
BRANCO, S. M. 1986 Hidrobiologia Aplicada à Engenharia Sanitária. Convênio
CETESB Ascetesb - São Paulo - SP, 257 p.
29
BRASIL, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Portaria 210 de 10
de novembro de 1998 que dispõe sobre o Regulamento Técnico da Inspeção
Tecnológica e Higiênico-sanitária de carne de aves. Brasília, 1998.
BRASIL. Ministério da Agricultura e Abastecimento. Departamento de Inspeção de
Produtos de Origem Animal. Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de
Produtos de Origem Animal (RIISPOA). Aprovado pelo Decreto 30.691 de
29/03/1952, alterado pelos decretos 1.255 de 25/06/1965, 1.236 de 02/09/1994,
1.812 de 08/02/1996, 2.244 de 04/06/1997, 6538 de 2008 E 1812 de 2010.
Brasília, 1952.
BRASIL. Ministério da Agricultura. Portaria 5 de 08 de novembro de 1988 que
dispõe da Padronização dos Cortes de Carne Bovina. Brasília, 1988.
Brasil. Portaria 146, de 7 de março de 1996, que dispõe sobre o Regulamento Técnico de
Identidade e Qualidade de Leite UHT. Brasília, 1996.
Brasil. Portaria 185, de 13 de maio de 1997, que dispõe sobre o Regulamento Técnico de
Identidade e Qualidade de Peixe Fresco. Brasília, 1997.
Brasil. Portaria 52, de19 de dezembro de 2000, que dispõe sobre o Regulamento Técnico
de Identidade e Qualidade de Peixe Salgado e Salgado Seco. Brasília, 2000.
BROCK, T.D., MADIGAN, M.T., MARTINKO, J.M. et al. Biology of Microorganisms.
11.ed. Prentice-Hall International, Englewood Cliffs, New Jersey, 2006. 992p.
Burns, G. W. Genética. Edit. Guanabara Koogan. Rio de Janeiro, 1991.
CALTON, W.W. & McGAVIN, M.D. 1998. Patologia Veterinária Especial de
Thonson. 2ed. Artes Médicas: Porto Alegre, RS.
CARVALHO, F.A.N.; BARBOSA, F.A.; McDOWELL, L.R. Nutrição de Bovinos a
Pasto. PAPELFORM EDITORA LTDA. 1a. edição. 2003.
CBAA. Compêndio Brasileiro de Alimentação Animal, 1998/2000. SINDAN,
ANFAR, CBNA. 220 p.
COELHO DA SILVA, J.F.; LEÃO, M.I. Fundamentos da Nutrição dos Ruminantes.
Livroceres. 1979.
Donald L Piermattei, Gretchen Flo, Charles E. Decamp, 2009, Ortopedia e
Tratamento de Fraturas de Pequenos Animais - 4ª ed. Ed Manole, 896p.
Eduardo A. da Cunha e Josiane A. de Lima; Tecnologias para produção intensiva
de ovinos; 1ª Ed, Edição Própria, Nova Odessa – SP, 2010.
Eduardo G. Aisen; Reprodução ovina e caprina; 1ª Ed, MedVet, 2008.
EVANGELISTA, J. Tecnologia de Alimentos. São Paulo: Atheneu, 2ª ed, 2003.
EWARNER, M. L. H. Nutrição animal. Editora: Livraria Freitas Bastos S.A., Rio de
Janeiro, 1984
FANTONI, D.T.; CORTOPASSI, S.R.G. Anestesia em cães e gatos. São Paulo:
Roca. 2002.
FOREYT, Bill. Parasitologia veterinária: manual de referência. São Paulo: Roca,
c2005. viii, 240 p. ISBN 9788572415552
FORTES, Elinor. Parasitologia veterinária. 4. ed., rev. ampl. e atual. São Paulo:
Ícone, c2004. 607 p. ISBN 9788527407779
Freitas, A.M., Sirtori, C., Peralta-Zamora, P.G. Avaliação do potencial de
processos oxidativos avançados para remediação de águas contaminadas com
geosmina e 2-MIB. Química Nova. Vol. 31, No. 1, 75-78, 2008.
30
FURTADO, M.M. A arte e a ciência do queijo. São Paulo: Globo, 1990.297 p.
GARDNER, A. L.; ALVIM, M. J. Manejo de pastagem. Coronel Pacheco, MG,
EMBRAPA-CNPGL, 1985. 54p. (EMBRAPA-CNPGL. Documentos, 19).
Gardner, E. J. & Snustad, D. P. Genética. Edit. Guanabara Koogan. Rio de
Janeiro, 1991.
GAVA, A.J. Princípios de Tecnologia de Alimentos. Editora: Nobel, 2002. 284 p.
GEORGI, Jay R.; BOWMAN, Dwight D. (Org.). Parasitologia veterinária de
Georgis. 8. ed. Barueri: Manole, 2006. ix, 422 p. ISBN 9788520423349
GOMIDE, J.A. Morfogênese e análise de crescimento de gramíneas tropicais.
GOMIDE, J.A. (Ed.) Simpósio Internacional sobre produção animal em pastejo,
Viçosa,1997. Anais... Viçosa, 1997. p. 411-30.
Griffiths, A.; Wessler, S.; Lewontin, R.; Gelbart, W. (2006). Introdução à Genética.
Trad. Paulo A. Motta. Ed. Guanabara, 8Ed, 743p.
Gross, Thelma Lee, Ihrke, Peter J., walder, Emily J., Affolter, verena K. Doenças
de Pele do Cão e gato – Diagnóstico clínico e histopatológico. 2ED.
GUSMAN, J.A.G. Noções básicas sobre nutrição e alimentação de suínos.
Embrapa - CNPSA - Concórdia - SC, 1979.
HODGSON, J.G. Grazing management: science into practice. Hong Kong,
Longman, 1990. 203p.
HOLECHEK, J.; PIEPER, R.D.; HERBEL, C.H. Range management: principles and
practices. New Jersey: Prentice Hall, 2001. 587p.
ISLABÃO, N. Vitaminas: (seu metabolismo no homem e nos animais domésticos).
Editora Nobel, 1987.
Jay, J.M. Microbiologia dos Alimentos. Artmed Editora. São Paulo, 2005, 712 p.
JONES, T.C.; HUNT, R.D.; KING, N.W. 2000. Patologia Veterinária. 6ed. Manole:
São Paulo. 1415p.
José Carlos Campos Pereira; Fundamentos de Bioclimatologia Aplicados à
Produção Animal; 1ª Ed; FEPMVZ (Belo Horizonte); 2005.
KLAASSEN, C.D.; AMDUR, M.O.; DOULL, J. CASARETT and Doull's toxicology
: the basic science of poisons. 5 ed; McGraw-Hill, 1996.
KLASING, K. C. Comparative avian nutrition. Cab International. 1998. UK. 350 p.
LEESON S. & SUMMERS J.D. Commercial poultry nutrition. Watt Publishing Company.
2nd ed., 1997.
LEWIS, A. J. e SOUTHERN, L. L. Swine nutrition. Second edtion, CRC Press.
2001. New York, Washington, DC. 1008 p.
LUCCI, L.C.S. Alimentação e Manejo de Bovinos Leiteiros
Luis Rey. Parasitologia. Editora Editora Guanabara Koogan. 4ª Edição 2008.
M. Joseph Bojrab, 2004, Pathophysiology in Small Animal Surgery Bojrab –
LIPPINCOTT WILLIAMS & WILKINS
MACARI M. e MENDES A. A. Manejo de Matrizes de Corte, Facta, Campinas/SP, 2005,
421 p.
MACARI M., GONZALES E. Manejo da Incubação, Facta, Campinas/SP, 2003, 537p.
MACARI, M., FURLAN, R. L., GONZÁLES, E. (ed.). Fisiologia Aviária Aplicada a Frangos
de Corte. Funep/Unesp, Jaboticabal, SP, 2002.
MACHADO, L.A.Z. Manejo de pastagem nativa. Agropecuária, 1999. 158p.
31
Marcílio Fontes Cézar e Wandrock Hauss de Souza; Carcaças ovinas e caprinas:
obtenção, avaliação, classificação; 1ª Ed, Agropecuária Tropical; 2007.
MASSONE, F. Anestesiologia veterinária: farmacologia e técnicas. 5ed.São Paulo:
Guanabara, 2008.
McGAVIN M.D. & ZACHARY J.F. Bases da Patologia em Veterinária. 4º Ed. Rio
de Janeiro: Elsevier, 2009. 1476p.
McGavin,
D.
Pathologic
Basis
of
Veterinary
Disease.
4ed.
Elsevier/Mosby/Saunders, 2007.
MCGAVIN, M. D.; ZACHARY, J.F. Bases da Patologia em Veterinária. 4ed.;
ELSEVIER BRASIL; 2009.
MENDES, A. A., NÄÄS, I. A., MACARI, M. (ed.). Produção de Frangos de Corte, Facta,
2004, 356 p.
MORAES, Y.J.B. Forrageiras: conceitos, formação e manejo. Rio Grande do Sul,
Agropecuária, 1995. 215p.
MOULTON, J.E. 1990. Tumors in Domestic Animals. 3ed. University of California
Press: London, 672p.
MUIR, W.W., HUBBEL, J.A. Manual de anestesia veterinária. 3ed. Porto Alegre: Artmed.
2001. 432p
NATALINI, C.C. Teoria e técnicas em anestesiologia veterinária. Porto Alegre: Artmed,
2007.
NATIONAL RESEARCH COUNCIL - Nutrient requirement of poultry, 1994, 155 p. National
Academy Press.
NICOLAIEWSKY, S. & PRATES, - E.R. Alimentos e alimentação dos suínos.
Editora da ufrgs, 1987.
NOGUEIRA, R.M.B.; ANDRADE, S. F. Manual De Toxicologia Veterinária. 1ed.
Editora Roca; 2011
NORMAS e padrões de nutrição e alimentação animal. MAPA (Ministério da
Agricultura, pecuária e Abastecimento), Revisão 2000, Brasília, DF. 152 p.
Nutrição Animal Básica. 2ª. Edição Revista e Aumentada. Ilto José Nunes.
FEP_MVZ Editora. Belo Horizonte, MG, 1998, 388p.
Nutrição de Monogástricos. Antônio Gilberto Bertechini. UFLA, FAEP. Lavras, MG.
1997; 255p.
Nutrição do Cão e do Gato. EDNEY, A. T. B. Editora Manole, 1987; 146 p.
Nutricion y alimentacion del caballo. D. Frape. ,Ed. Acribia, Spain, 1992, 404 p.
Nutrition guide (feed formulation with digestible amino acids) first edition, 1989
Rhone - Poulenic animal nutrition, commentry - France.
ORDÓÑEZ, J. A. Tecnologia de Alimentos – Alimentos de Origem Animal.
Volume 2. Porto Alegre: Artmed, 2005.
ORDÓÑEZ, J.A. Tecnologia de Alimentos – Componentes dos Alimentos e
Processos. Volume 1. Porto Alegre:Artmed, 2005.
OSWEILER, G.D. Toxicologia Veterinária. Ed. Artes Médicas, Campo
Veterinário, Porto Alegre, 1998.
Otto, P. Genética básica para Veterinária. 2002.
PARDI, M. C.; SANTOS, I. F.; SOUZA, E. R.; PARDI, H. S. Ciência, Higiene e
Tecnologia da Carne. Goiânia: UFG, 1993 (v.1) e 1994 (v.2).
Parte de Não Ruminantes:
32
PEAKMAN M & VERGANI D. Imunologia Básica e Clínica. 1ª Ed. ArtMed, Porto
Alegre, 2000
PEDREIRA, C.G.S.; SILVA, S.C. Pastagens. In: SIMPÓSIO SOBRE A
PRODUÇÃO ANIMAL NA VISÃO DOS BRASILEIROS /REUNIÃO DA
SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 38, 2001, Piracicaba. Anais...
Piracicaba: FEALQ, 2001. p. 731-889.
PEIXOTO, A.M.; MOURA, J.C.; FARIA, V.P. In: SIMPÓSIO SOBRE MANEJO DA
PASTAGEM: Fundamentos do Pastejo Rotacionado., 14, 1997, Piracicaba.
Anais... Piracicaba: FEALQ, 1997. 327p.
PERIÓDICOS:
PETERSON, M.E.; TALCOTT, P.A. Small Animal Toxicology. 2ed; Saunders;
2005.
PIVA, A. et al. Gut enviroment of pigs. Notttingham University Press. 2001. 257 p.
POPPENGA, R.H.; GWALTNEY-BRANT, S.M. Small Animal Toxicology
Essentials. 1ed; Wiley-Blackwell; 2011.
PRIMACK, R.B. & RODRIGUES, E. 2001. Biologia da Conservação. 2.ed.
Londrina: Ed. do autor, 328 pp. (ISBN: 8590200213)
PUPO, N.I.H. Manual de pastagens e forrageiras: formação, conservação e
utilização. Campinas, ICEA, 1977, 311p.
Ramalho, M.A.P.; Pinto, C.A.P.; Santos, J.B. 1989. Genética na Agropecuária.
Editora Globo.
RICKLEFS, R.E. 2003. A Economia da Natureza. 5.ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 503 pp. (ISBN: 8527707985)
RIET CORREA, et al. Doenças de ruminantes e eqüinos. Editora Universitária,
Pelotas, UFPel, 2 V. 651p. 1998
RIET-CORREA, F.; SCHILD, A.L.; LEMOS, R.A.A.; BORGES J.R.J. 2007.
Doenças de Ruminantes e eqüinos. 3ed, v.1 e 2, Editora Fernovi.
ROIT I & Delves PJ. Fundamentos de Imunologia. 10ª ed. Guanabara/Kogan, Rio
de Janeiro, 2004.
ROIT I, BROSTOFF J & MALE D. Immunology. 6ª ed. Manole, Barueri, SP. 2003*
ROSTAGNO, H. S. Composição de alimentos e exigências nutricionais de aves e
suínos (Tabelas brasileiras). Imprensa da UFV. Viçosa, 2005.
ROSTAGNO, H.S. et al. Tabelas brasileiras para aves e suínos, 2005, UFV.
SILVA, D.J. Análise de alimentos (métodos químicos e biológicos) Imprensa da
UFV. Viçosa, 2002.
SILVA, D.J.; QUEIROZ, A.C. Análise de Alimentos: Métodos químicos e
biológicos. 3ª ed. – Viçosa: UFV, 2004. 235p.
SILVA, S. Formação e manejo de pastagem: perguntas e respostas. Agropecuária,
2000. 98p.
SILVIA FRANCO ANDRADE , MANUAL DE TERAPÊUTICA VETERINÁRIA, 2
EDIÇÃO, SILVIA FRANCO ANDRADE, EDITORA ROCCA
Silvio Doria de Almeida Ribeiro; Caprinocultura: criação racional de caprinos;
1ª.ED, Nobel, 2000.
Slater D (ed): Textbook of Small Animal Surgery, vol 1 (ed 2). Philadelphia, PA,
W.B. Saunders, 1993 pp 260-268
33
SOBESTIANSKY, J. Et al. Suinocultura intensiva. EMBRAPA. 1998. 388p.Brasília,
DF.
SOBESTIANSKY, J.; BARCELLOS, D. 2007. Doença dos Suínos. Goiânia –
Cânone. 770p.
SPINOSA. H.S.; GÓRNIAK, S.L.; PALERMO-NETO, J. Toxicologia aplicada à
medicina veterinária. Manole, 942p. 2008.
Stephen DiBartola, Anormalidades de Fluidos, Eletrólitos e Equilíbrio Ácido-básico na
clínica de pequenos animais, 2006- Ed Roca, 1232p
Tabela de composição química e valores energéticos de alimentos para suínos e
aves.3ª edição, Embrapa - CNPSA - concórdia, 1991.
Tabelas AEC (recomendações para nutrição animal) 5ª edição
TAMASSIA, S. T. J. & ZAMPARETTI, A. S. 1987 Justificativas e Sugestões para a
Criação de Carpas em Santa Catarina. Empresa Catarinense de Pesquisa
Agropecuária S.A. - Florianópolis - SC, 10p.
Taylor, M. A.; Cop, R.L.; Wall, R.L. Parasitologia Veterinária. Editora Guanabara
Koogan. 3ª Edição 2010 292 p.
TEIXEIRA, J.C. Nutrição dos Ruminantes. UFLA: FAEPE, 1995.
Tetra Pak Processing Systems. Manual de industrias lácteas. A. Madrid Vicente
Ediciones. Calle Almansa, Madrid. 436 p. 2003.
Theresa Welch Fossum, Cirurgia de Pequenos Animais, 2005 - Ed.. Roca, 1408p
TIZARD IR. Imunologia Veterinária: uma introdução. 6ª ed. Roca, Rio de Janeiro,
1998.*
TOKARNIA, C. H., DÖBEREINER, J. & PEIXOTO, P.V. Plantas tóxicas do Brasil.
Rio de Janeiro: Ed. Helianths Ltda, 2000. 305p.
TOKARNIA, C.H., DOBEREINER, J., PEIXOTO, P.V. Plantas tóxicas do Brasil.
Rio de Janeiro, Helianthus, 2000.
VAN SOEST, P.J. Nutritional ecology of the ruminant. 2.ed., Cornell University
Press, Ithaca, New York, 1994, 476p.
VAVRA, M. An ecological perspective of livestock grazing. GOMIDE, J.A.(Ed.)
Simpósio Internacional sobre produção animal em pastejo, Viçosa,1997. Anais...
Viçosa, 1997. p 333-48.
VILELA, H. Formação e manejo de pastagens. Viçosa:Aprenda Fácil, 1998. 110p.
ZIMMER, A.H., EUCLIDES FILHO, K. As pastagens e a pecuária de corte
brasileira. GOMIDE, J.A. (Ed.) Simpósio Internacional sobre produção animal em
pastejo, Viçosa,1997. Anais... Viçosa, 1997. p. 349-79.
LOCAL DA PROVA:
AUDITÓRIO DO BLOCO DE MEDICINA VETERINÁRIA - Campus Universitário de
Cuiabá - Av. Fernando Corrêa da Costa s/n - Cuiabá - MT.
NUTRIÇÃO – BACHARELADO
34
REQUERENTE
Ana Bárbara Silva Prachedes
Barbara Morgana Rodrigues Sergiolli
Bruna Almeida Siqueira de Faria
Fernanda Malheiros Souza
Greicielle Pereira Arruda
Ingrid Pamela de Figueiredo Paelo
Jeniffer Maria das Graças Meireles
Jessica Crislaine Alves da Silva
Letícia Furtado Ferreira
Maryanna Mayara Vieira de Brito
Thayza de Souza Carvalho
O colegiado decide ainda, que a prova de conhecimento específico
abordará conteúdos de Biologia Geral; Antropologia; Sociologia e Saúde; História
da alimentação e Nutrição e Química Analítica e Inorgânica conforme conteúdo
programático e bibliografia básica como segue abaixo:
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
Antropologia
- Conceitos de alteridade e relativização; relações entre cultura e alimentação
Bibliografia Básica
HELMAN, Cecil H. “Dieta e Nutrição”. In: Cultura, Saúde e Doença. Porto Alegre:
Artmed, 2009.
LARAIA, R. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Zahar, 2002.
LAPLANTINE, François. Aprender Antropologia. São Paulo: Brasiliense, 1989.
MACIEL, Maria Eunice. “Cultura e Alimentação Ou O Que Tem A Ver Os
Macaquinhos De Koshima Com O Brillat-Savarin?”. Horizontes Antropológicos,
Porto Alegre, ano 7, n. 16, 2001.
ROCHA, E. O que é etnocentrismo? São Paulo: Brasiliense, 1993.
BIOLOGIA GERAL:
35
- Estudo das células: constituintes, funções e processos; Estudos da Genética: os
cromossomos, os genes e suas alterações em doenças humanas
Bibliografia
ALBERTS, B; BRAY, D; LEWIS, J.; JOHNSON, A.; RAFF, M.; ROBERTS, K.;
WLATER, P.; HOPKIN, K. Fundamentos de Biologia Celular. 2a ed. Porto Alegre :
Artmed, 2006.
JUNQUEIRA, L.C. e CARNEIRO, J. Biologia Celular e Molecular. 8ed. Rio de
Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.
CARVALHO, H.F e PIMENTEL, S.M. A Célula. 2a edição. São Paulo: Manole,
2007.
MOTTA, P. A. Genética Humana. Aplicada à Psicologia e Toda a Área Biomédica.
Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.
THOMPSON, M. W.; McINNES, r. R.; WILLARD, H. F. Genética Médica. 6ed. Rio
de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007.
História da Alimentação e Nutrição
- Conformação do campo do saber e prática da Nutrição; Origem e
desenvolvimento da profissão de nutricionista; formação e organização da
categoria; atribuições do nutricionista.
Bibliografia
- BOSI, Maria Lúcia M. Profissionalização e conhecimento: a nutrição em questão:
São Paulo: Editora Hucitec, 1996.
- Conselho Federal de Nutricionistas. Lei nº 8234 de 17 de setembro de 1991.
Conselho Federal de Nutricionistas. Resolução CFN nº 417/2008. Dispõe sobre
procedimentos nutricionais para atuação do nutricionista. Disponível:
www.cfn.org.br/novosite/pdf/res/2008/res417.pdf
- Conselho Federal de Nutricionistas. Resolução CFN 380/2005. Dispõe sobre a
definição das áreas de atuação do nutricionista e suas atribuições. Disponível:
www.cfn.org.br/novosite/pdf/res/2005/res380.pdf
- VASCONCELOS, Francisco de Assis Guedes de. O nutricionista no Brasil: uma
análise histórica. Rev. Nutri (on line). 2002, vol 15, n. 2, PP 127 – 138. ISSN 14155273.
36
- Conselho Federal de Nutricionistas. Lei nº 6583, de 20 de outubro de 1978 (DOU
24.10.1978), cria os Conselhos Federal e Regionais de Nutricionista, regula seu
funcionamento, e dá outras providências. Disponível:
http://www.cfn.org.br/novosite/conteudo.aspx?IDMenu=57
Química Analítica e Inorgânica
- Funções Inorgânicas; Estequiometria; Equilíbrio Químico; Soluções;
Bibliografia
RUSSEL,J.B.Química geral, Volume 1 e 2; 2a ed. Makron Books, São Paulo, 2002.
BRADY,J.E.; RUSSEL,J.B.; HOLUM. Química, a matéria e suas transformações.Volume 1 e 2; 3a
edição, Rio de Janeiro, 2002.
Sociologia e Saúde
- Socialização, estratificação social, corpo e saúde. Determinantes sociais e
saúde. Desigualdades sociais e saúde. Estado, sociedade e política de saúde no
Brasil. Sistema Único de Saúde. Práticas profissionais – atuação crítica e política
na área da saúde.
Bibliografia
BUSS, P.M. & PELLEGRINI FILHO, A. A saúde e seus determinantes sociais.
Physis: Rev. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 17(1):77-93, 2007.
PAIM, Jairnilson S. O que é o SUS. RJ: Ed. Fiocruz, 2009.
GIDDENS, Anthony. Cultura e sociedade. In: _____. Sociologia. Porto Alegre:
Artmed, 2005. Pag.37-58.
GIDDENS, Anthony. Sociologia do corpo: saúde, doença e envelhecimento. In:
_____. Sociologia. Porto Alegre: Artmed, 2005. Pag.128-149.
GIDDENS, Anthony. Classe, estratificação e desigualdade. In: _____. Sociologia.
Porto Alegre: Artmed, 2005. Pag.233-253.
CRITÉRIOS DE CORREÇÃO DA PROVA:
Os conteúdos serão distribuídos em 16 questões objetivas com valor de 0,5
pontos cada e 02 questões subjetivas com valor de 1,0 pontos cada. O critério de
correção das questões subjetivas serão de acordo com o subitem 9.5 do Edital
20/2011/PROEG/UFMT. A prova terá valor de 0 a 10 pontos e a nota de corte será
de 5,0 pontos.
LOCAL DA PROVA:
Sala 47 da Faculdade de Nutrição.- Campus Universitário de Cuiabá - Av. Fernando
Corrêa da Costa s/n - Cuiabá - MT.
37
PSICOLOGIA – BACHARELADO
REQUERENTE
Ahiga Zain Baracat Carvalho
Amanda Borralho de Freitas
Amauri Junior da Silva SANTOS
Andressa Alves Barreira
Camila Ribeiro Correa
Déborah Maria Bianchin Pacheco
Domenica de Melo Silva
Erika Aparecida de Oliveira
Evellyn Pereira Folles de Moura
Fernanda Caloi Vasconcelos
Fernanda Laurini Rutsatz
Fernando Okada Barbosa
Gabriela Ariadne Madalosso de Oliveira
Glenda Taiara Almeida Elias
Jackeline Oliveira Silva
Joyce de Arruda Prattes Garcia
Karoliny Luna Mendonça
Katiusça Vieira Pereira
Lo Ruama Soares Fedrizzi
Loami Albuquerque G. Lopes
Luzinete Lara de Souza Almeida
Luzinete Novaes S. Oliveira
Márcia Rosane Bauermeister
Maria Gabriela Correa da Silva
Mendhelson Luiz G. Duarte
Milena Uhdre de Lara
Mirelli Christyne Santos Prolo
Moacir Agulho Junior
Naira Iasmim G. Garcia
Natalia Maria M. Machado Rodrigues
Poliana Catarina Cecilio
Poliane Fabricia Rocha A. de Oliveira
Rafaela Scheeren
Rafaelle Cristina Cerqueira Venega
Renato Pinheiro Feitoza
Rodrigo Mendes Silva Ribeiro
Roseli Cristina Ferreira Garcia
Selma da Silva Santos
Sílvia Mariana Neves de Pinho
Suelena Ap. H.M. de Castro
Thaiana Rocha Asais
Valkmira Izabel de Oliveira Silva
Vanessa Amara Jovanelli
Weslley Leão da Silva
38
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
História da Psicologia; Psicologia, ciência e profissão; Ética; Teorias e Sistemas
em Psicologia; Teoria Cognitivo-Comportamental; Teoria Psicanalítica; Teoria
Humanista,
Existencial
e
Fenomenológica;
Análise
Experimental
do
Comportamento; Métodos de Investigação em Psicologia; Técnicas de Exame
Psicológico; Psicologia
Social; Psicologia,
desenvolvimento
e
aprendizagem; Psicologia nos contextos educacionais; Psicologia nos contextos
sociais e comunitários; Psicologia organizacional e trabalho.
REFERENCIAL BIBLIOGRÁFICO
ALMEIDA, S. F. C. (org.). Psicologia Escolar: ética e competências e atuação profissional.
Campinas, SP: Alínea, 2003.
ANASTASI, A. & URBINA, S. Testagem Psicológica. Porto Alegre, Artes Médicas, 2000.
ANZIEU, D. Os Métodos Projetivos. Rio de Janeiro: Campus, 1978.
BAQUERO, R. Vygostsky e a aprendizagem escolar. Porto Alegre: Artmed, 1998.
BAUER, M. W., GASKELL, G., ALLUM, N. C. Qualidade, Quantidade e interesse do
conhecimento: evitando confusões. In: BAUER, M. W. & GASKELL, Pesquisa qualitativa com
texto, imagem e som. Petrópolis: Vozes, 2002, p.17-36.
BAUM, W. M. Compreender o behaviorismo - ciência, comportamento e cultura.. Porto
Alegre:
Artes
Médicas,
1999.
EYSENCK, Michael W. Psicologia Cognitiva : Um Manual Introdutório. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1990.
BRITO, L.M.T. Se-pa-ran-do: Uma atuação dos Psicólogos nas Varas de Família. Rio de
Janeiro: Relume Dumara, 1993.
BRUNS, M.A.T. e HOLANDA, A.F. Psicologia e Pesquisa fenomenológica: reflexões e
perspectivas. São Paulo: Omega, 2001.
CAMPOS, D.M. O teste do desenho como instrumento de diagnóstico da personalidade:
validade, técnicas de aplicação e normas de interpretação. Petrópolis: Vozes, 1997.
CAMPOS, R.H.E.F. (org) Psicologia Social Comunitária: da solidariedade à cidadania.
Petrópolis, Ed. Vozes, 1996.
CAMPOS, R.H.F. (org.). História da Psicologia: pesquisa, formação e ensino. São Paulo:
Educ, 1996.
39
CARVALHO, A. M. (org.) O mundo social da criança: natureza e cultura em ação. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 1999.
CHIAVENATO, I. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas
organizações. Rio de Janeiro: Campus, 1999.
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Quem é o psicólogo brasileiro. São Paulo: Edicon,
1988.
CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA – Código de Ética do Psicólogo, 2005.
CONTINI, M. L. J. O psicólogo e a promoção de saúde na educação. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 2001.
CRUZ, R.M. et alli. Avaliação e medidas psicológicas: produção do conhecimento e da
intervenção profissional. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2001
CUNHA, J. A . Psicodiagnóstico- V. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.
ERTHAL, T.C. Manual de psicometria. Rio de Janeiro: Zahar, 1987.
FARIA, A. Desenvolvimento da criança e do adolescente segundo Piaget. São Paulo: Ática,
2001.
FARR, R. M. As raízes da Psicologia Social Moderna. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.
FIGUEIREDO, L.C.M. e SANTI, P.L.R.de Psicologia: uma (nova) introdução. São Paulo:
EDUC, 1997.
FIGUEIREDO,L.C..Matrizes do Pensamento Psicológico. Petrópolis:Vozes, 2002.
FIGUEIREDO,L.C. A invenção do psicológico: quatro séculos de subjetivação. São Paulo:
Educ/Escuta, 1992.
FORGHIERI, Y.C. Psicologia Fenomenológica: fundamentos, métodos e pesquisa. São
Paulo: Pioneiras, 2000.
FREUD, S. Obras completas. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas
de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago,1974.
GALVÃO, I. Henri Wallon. Uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. Petrópolis:
Vozes, 1995.
GIL, A. C. Como elaborar Projetos de Pesquisa. São Paulo: Atlas, 2009.
GIORDANI, M.C. Iniciação ao existencialismo. Petrópolis: Vozes, 1997.
GRASSANO, E. Indicadores psicopatológicos das técnicas projetivas. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 2000.
40
KAHALE, E.M.P. (org). A diversidade da Psicologia: uma construção teórica. São Paulo:
Cortez, 2002.
KRUGER, H. Introdução à Psicologia Social. São Paulo: EPU, 1986.
LAVILLE, C. e DIONNE, J. A. Construção do Saber. Manual de Metodologia e Pesquisa em
Ciências Humanas. Porto Alegre: Editora da UFMG. ARTMED, 1999.
MACHADO, A. M; SOUZA, M. P. R.(orgs.). Psicologia Escolar: em busca de novos rumos.
São Paulo: Casa do Psicólogo, 2004.
MACHADO,
M.N.M.;
CASTRO,
E.M.;
ARAÚJO,
J.N.G.;
ROEDEL,
S.
(Orgs).
Psicossociologia. Análise Social e Intervenção. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.
MARTÍNEZ, A. M. (org.). Psicologia Escolar e compromisso social. Campinas, SP: Alínea,
2005.
MATOS, M.A.&TOMANARI,G.Y. Análise do comportamento no laboratório didático. São
Paulo: Manole, 2002.
MILKOVICH, G. T. & BOUDREAU, J. W. – Administração de Recursos Humanos. São Paulo:
Atlas, 2001.
MINAYO, M.C.S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo:
HUCITEC-ABRASCO, 1999.
MORGADO, M. A. e MOTTA, M. F.V. (orgs.). Juventude de classe média e educação:
cenários, cenas e sinais. Brasília: Líber Livro Editora, 2006.
MORGADO, M.A. A lei contra a justiça: um mal-estar na cultura brasileira. Brasília, Plano
Editora, 2001.
OLIVEIRA, M. B. de & OLIVEIRA, M. K. de (orgs.) Investigações cognitivas: conceitos, linguagem e
cultura Porto Alegre: Artmed, 1999.
PAPALIA, D. E. & OLDS, S. W. Desenvolvimento Humano. Porto Alegre: Artmed, 2000.
PASQUALI, L. Técnicas do exame psicológico – TEP: Manual. Vol I: Fundamentos das
técnicas psicológicas. São Paulo, Casa do Psicólogo/ Conselho Federal de Psicologia, 2001.
PATTO, M. H. S. Introdução à Psicologia Escolar, revista e atualizada. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 1997.
PATTO, M. H. S.(org.) Psicologia e Ideologia: uma introdução crítica à Psicologia Escolar.
São Paulo: T. A. Queiroz, 1984.
PIAGET, J. A linguagem e o pensamento da criança. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999,
41
POZO, J.I. Teorias cognitivas da aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2002
PRETTE, Z. A. P. D. (org.) Psicologia Escolar e Educacional: saúde e qualidade de vida,
Campinas, SP: Alínea,2001.
RETONDO, M. F. N. G. Manual Prático de Avaliação do HTP (Casa – Árvore – Pessoa) e Família.
São Paulo: Casa do Psicólogo, 2000.
RODRIGUES, A. Aplicações da Psicologia Social à escola, à clínica, às organizações, à ação
comunitária. Petrópolis, Rj: Vozes, 1983.
RODRIGUES, A.; JABLONSKI, B.; ASSMAR, M. L. Psicologia Social. Petrópolis, RJ: Vozes,
2005.
ROGERS, C. Tornar-se pessoa. São Paulo: Martins Fontes, 1999.
SAWAIA,B. (Org) As Artimanhas da Exclusão. Análise Psicossocial e Ética da Desigualdade
Social. Petrópolis: Ed. Vozes, 2001.
SCHUTZ, S. & SCHUTZ, D. P. História da Psicologia moderna. 6.ed. São Paulo: Cultrix,
2000.
SÉRIO, T.M.A.P. et alli. Controle de estímulos e comportamento operante: uma introdução.
São Paulo: Educ, 2002.
SKINNER, B.F. Ciência e comportamento humano. São Paulo: Martins Fontes, 1953/2000.
SKINNER, B.F.Sobre o behaviorismo. São Paulo: Cultrix/Edusp, 1982.
STERNBERG, Robert J. Psicologia Cognitiva . Porto Alegre : Artmed, 2000.
TURATO, E.R. Tratado da metodologia da pesquisa clínico-qualitativa. Petrópolis: Vozes,
2003.
VAZ, C. E. O Rorschach: Teoria e Desempenho. São Paulo: Manole, 1997.
VYGOTSKY, L.S. A formação social da mente. 8.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2000
VYGOTSKY, L.S., LURIA, A.R ; LEONTIEV, A.N. Linguagem, desenvolvimento e
aprendizagem. São Paulo: Icone, l99l.
YAMAMOTO, O. H; NETO, A. C. (orgs). O psicólogo e a escola: uma introdução ao estudo
da Psicologia Escolar. Natal, RN: Editora da UFRN, 2004.
ZANELLI, J.C.; ANDRADE, J. E. B. ; BASTOS, A. V. B. (ORG) – Psicologia, Organizações e
Trabalho no Brasil. Porto Alegre: Artmed, 2004.
CRITÉRIO PARA CORREÇÃO DAS PROVAS
A prova será mista, composta por:
42
24 questões objetivas com valor de 0,25 para cada uma totalizando 6,0 pontos.
Cada questão conterá quatro alternativas (A, B, C, D) sendo que apenas uma
delas deverá respondê-la acertadamente, conforme o enunciado.
01 questão dissertativa com valor de 4,0 pontos, sendo 2,0 pontos para correção e
argumentação teórica conceitual e 2,0 pontos para a qualidade do texto: coerência
e coesão (0,5), clareza e objetividade da resposta dada (0,5) e uso da norma
padrão formal da Língua Portuguesa (1,0).
LOCAL DA PROVA:
SALA 10 E SALA 11 DO ANEXO/BLOCO NOVO DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO
- Campus Universitário de Cuiabá - Av. Fernando Corrêa da Costa s/n - Cuiabá - MT.
SERVIÇO SOCIAL – BACHARELADO
REQUERENTE
Alcilane Monteiro da Silva
Amanda Carreira Rocha Milanez
Ana Paula Rosa dos Santos
Angela Martinez da Cruz
Anne Karoline Pereira Leite
Araci Viana Seixas
Catende Malan Domingos
Emanuelle Aparecida Couto Brandão
Gisele da Silva Souza
Graciele Pereira Arruda Matias
Iasmin Cezaria da Silva
Jheneffer Fernanda Munz da Conceição
Laurita Ester de Jesus
Lucivania Roque de Souza
Luzinete Pinheiro Gomes de Lima
Márcia Cristina Verdego Gonçalves
Maria Cleidilene dos Reis Teim
Mayara Sant’ana de Campos
Mirely do prado
Norize Helena de Amorim Penha Filha
Renata Valentini Bastos
Thais Gandin
Thiago Oliveira Rodrigues
Washington de Carvalho Costa
A prova de conhecimentos específicos: dissertativa, elaborada pela Comissão
designada pelo Colegiado de Curso conforme conteúdo e bibliografia definidos
abaixo:
43
1. O conteúdo da prova de conhecimentos específicos será:
1.1 O modo de produção capitalista e a teoria social crítica;
1.2 Serviço Social no Brasil: da gênese à contemporaneidade;
1.3 Questão Social e Serviço Social.
2. Bibliografia recomendada:
BRAZ, Marcelo & NETTO, José Paulo. Economia Política: uma introdução
crítica. São Paulo: Cortez, 2006.
IAMAMOTO, Marilda Villela & CARVALHO, Raul. Relações Sociais e Serviço
Social no Brasil – Esboço de uma interpretação histórico-metodológica. 18ª
edição. São Paulo: Cortez, 2005.
IAMAMOTO, Marilda Villela. O Serviço Social na Contemporaneidade: trabalho
e formação profissional. 5ª edição. São Paulo: Cortez, 2001.
NETTO, José Paulo. Capitalismo Monopolista e Serviço Social. 3ª edição
ampliada. São Paulo: Cortez, 2001.
NETTO, José Paulo. Ditadura e Serviço Social: Uma análise do Serviço Social
no Brasil pós-64. 9ª edição. São Paulo: Cortez, 2006.
SILVA, Ivone Maria Ferreira. Questão Social e Serviço Social no Brasil:
Fundamentos Sócio-históricos. Cuiabá: EdUFMT, 2008.
CRITÉRIOS DE CORREÇÃO DA PROVA:
Para efeito da correção das provas serão considerados: a coerência, a coesão, a
clareza e a objetividade da resposta dada a cada questão, bem como a utilização
da norma padrão formal da Língua Portuguesa (conforme edital nº
20/2011/PROEG/UFMT).
LOCAL DA PROVA:
Auditório I do Instituto de Ciências Humanas e Sociais – ICHS- Campus Universitário
de Cuiabá - Av. Fernando Corrêa da Costa s/n - Cuiabá - MT.
SISTEMA DE INFORMAÇÃO – BACHARELADO
REQUERENTE
Alan Papafanurakis Heleno
Alexandre Roberto Souza Bastos
Aline Adelaide Pinto Dos Santos
André Luiz Marques da Costa Miranda
44
REQUERENTE
Andreza Estefane Silveira Goncalves
Ariel Ribeiro Machado
Arlei Vinicius Kuzniewski
Arthur Messi Freitas
Bruno Santos Braga De Almeida
Bruno Von Braun
Caique Alexandre Henrique
Castilho Sousa Oliveira
Celia Rodrigues Da Silva
Cleder Almeida Da Cruz
Douglas Ferreira De Souza
Douglas Frota Brandão
Elliann Marks Correia Da Silva
Fabiana Dos Santos Oliveira
Fabriscio Norimitsu Freese Tengan
Felipe Cesar Costa Alves
Felipe Fonteles Belo
Flávio Pedro De Assunção
Gabriel Henrique De Souza
Geovani Alves De Lima
Gilson Pereira Carvalho
Guilherme Pablo Uczai
Hudson Francis Ventura De Souza
Jackson Almir Saraiva Barbosa
Jakson Fernandes Rosa Da Silva
Jean Cesar De Abreu Osowski
Jonathan Rodrigues Nascimento Das Neves
Juscilene Valentin Ferreira
Kenia Aparecida Lemes
Laurent De Figueiredo Neto
Leidyanne Alexandre Moreira
Lucas De Moraes Fonseca
Lucas Fernando Santos França
Luciano Manoel Da Silva
Lukas Santos Moreira
Marcos Paulo Da Costa Rodrigues
Mariane Silva Amorim
Niellen Alves De Oliveira
Renan Costa Carvalho
Rony Cleiton Da Silva
Sérgio Augusto Cola Dias
Sergio Fornaziericaso
Silas Duarte Fernandes
45
REQUERENTE
Stephanie Larissa Alves Ribeiro
Thiago Almeida Araujo
Tierry Lincoln Ribeiro De Miranda
Vaguimar Fernandes Junior
Victor Hugo Araújo Souza
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E BIBLIOGRFIA
A prova conterá 40 questões abrangendo 4 disciplinas listadas abaixo:
Algoritmos I:
EMENTA:
Características básicas de organização de um computador. Conceito de
algoritmos e programação. Tipos de dados: conceituação, representação e
manipulação Algoritmos: representação, técnicas e estruturas de controle e
repetição. Solução de problemas numéricos e não numéricos através de
algoritmos. Variáveis Compostas Homogêneas. Variáveis Compostas
Heterogêneas. Métodos simples de ordenação e pesquisa de dados.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
ASCENCIO, Ana F. G.; CAMPOS, Edilene A. V. Fundamentos da Programação de
Computadores (algoritmos, pascal, c/c++, java). Pearson, 2a. Edição, 2007.
FORBELLONE, André L. V.; EBERSPACHER, Henri F. Lógica de programação.
São Paulo: Makron Books, 2000.
TREMBLAY, J. P.; BUNT, R. B. Ciência dos computadores: uma abordagem
algorítmica. Rio de Janeiro: McGraw-Hill, 1983.
Algoritmos II:
EMENTA:
Métodos básicos de ordenação e pesquisa de dados. Refinamento de algoritmos.
Modularização: Blocos e sub-programas. Parâmetros e formas de passagem.
Escopo de variáveis: tempo de vida e visibilidade. Operações com arquivos.
Recursividade. Variáveis dinâmicas. Abstração de dados. Estruturas de dados
dinâmicas: listas lineares.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
FORBELLONE, André L. V.; EBERSPACHER, Henri F. Lógica de programação.
São Paulo: Makron Books, 2000.
MEDINA, Marco; FERTIG, Cristina. Algoritmos e programação – teoria e prática.
São Paulo: Novatec, 2006.
Fundamentos da Computação:
EMENTA:
Breve histórico dos computadores. Um modelo de computadores: memória,
registradores, periféricos. Sistemas de Numeração. Linguagem de Programação
de alto nível e de montagem (exemplos). O uso de computadores, impacto social.
Áreas de aplicações de informática. Familiarização com o uso de sistemas e
ambientes operacionais. Instalação e configuração de sistemas operacionais.
Noções de Redes de computadores.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
46
BROOKSHEAR, J. G. Ciência da computação – uma visão abrangente. Porto
Alegre: Bookman, 2000.
VIEIRA, N. J. Introdução aos fundamentos da computação linguagens de
máquinas. São Paulo: Thomson Pioneira, 2006.
CAPRON, H. L.; Johnson, J. A. Introdução à Informática. 8ª Ed. São Paulo:
Pearson Prentice Hall, 2004.
Lógica:
EMENTA:
Sentido lógico-matemático convencional dos conectivos. Argumentos. Lógica
sentencial. Regras de formação de fórmulas. Sistemas dedutivos. Decidibilidade
da lógica sentencial. A lógica de predicados de primeira ordem. Valores-verdade.
Funções de avaliação.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
ALENCAR FILHO, E. Iniciação à Lógica Matemática. Nobel, São Paulo, 2003.
SOUZA, J. N. Lógica para Ciência da Computação. Campus, 2002.
GERSTING, J. L. Fundamentos de Matemática para a ciência de computação. Rio
de Janeiro: LTC, 2004.
LOCAL DA PROVA:
Sala 013 da FAET - Campus Universitário de Cuiabá - Av. Fernando Corrêa da Costa s/n Cuiabá - MT.
ZOOTECNIA – BACHARELADO
REQUERENTE
Adrianny Proença Abdo
Alynny Goes de Alvarenga
Andrey Sávio de Almeida Assunção
Cristhian Monteiro M. de Mello
Cristiane Gambin
Elanine Cristina Lima de Oliveira
Fernando Rodrigo Aizza
Jheisson Lino Martins
João Leopoldo Amaral Marquetti Souza
Luiz Henrique dos Anjos Moreira
Paula Rocha
Sirley de Lurdes Nogueira
Thais Yanaya de Arruda Franco
Wagner Viegas da Silva
Walquíria da Silva Nunes
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E BIBLIOGRAFIA:
47
A) ANATOMIA COMPARADA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
-Sistema tegumentar;
-Sistema reprodutor masculino;
-Sistema reprodutor feminino;
-Sistema digestório;
-Sistema linfático;
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA:
DYCE, K. M.; SACK, W. O.; WENSING, C. J. G. Tratado de anatomia
veterinária. 2ª Ed. Elsiever, 2004. 872 p.
FRANDSON, R. D.; WILKE, W. L.; FAILS, A. D. Anatomia e fisiologia dos
animais de fazenda. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, 6ª Ed. 2005. 454 p.
KÖNIG, H. E.; LIEBICH, H. G. Anatomia dos animais domésticos: texto e atlas
colorido. 2ª Ed, volume 2. Porto Alegre: Artmed, 2004. 400 p.
B) BIOLOGIA CELULAR
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
-Características das células eucariontes e procariontes;
-Membrana plasmática: mecanismos de transporte e especializações;
-Organelas citoplasmáticas;
-Divisão celular: meiose e mitose;
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA
JUNQUEIRA, L. C. V.; CARNEIRO, J. Biologia Celular e Molecular. 8ª Ed. Rio
de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.
ROBERTIS, E. D. P.; DE ROBERTIS, E. M. P. Bases da Biologia Celular e
Molecular. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1993.
C) CÁLCULO I
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
-Número real: valor absoluto de um número real, equação modular;
-Funções: definição de funções, construção de gráficos de funções;
-Limites: conceito de limites, limite de uma função no ponto, limites laterais, limites
infinitos, limites no infinito;
-Derivadas: definição de derivadas, equação da reta tangente, uso das fórmulas de
derivadas;
-Integrais: definição de integrais, cálculo de integrais indefinidas utilizando a tabela
(fórmulas) de integrais, técnica de integração por mudança de variável, integrais definidas
e aplicações;
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA
FLEMMING, D. M. Cálculo A. 5ª ed. São Paulo: Makroon Books,1983, vol. I
LEITHOLD, D. L. O. Cálculo com geometria analítica. São Paulo: Ed. Harbra, vol I.
MUNEM, M. A. e FUOLIS, D. J. Cálculo. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan. 1978, vol. I.
SIMMONS, G. F. Cálculo como geometria analítica. São Paulo: McGraw-Hill, 1987. Vol.1.
STEWART, J. Cálculo. São Paulo: Ed Cengage Learning. 2011 vol. I
48
D) CIÊNCIA DO SOLO
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
-Aspectos gerais da litosfera;
-Unidades geotectônicas;
-Bacias sedimentares e suas bordas;
-Estruturas geológicas. nomes, ocorrências, extensão das rochas ígneas,
metamórficas e sedimentares;
-Composição mineralógica das rochas e mineralogia dos minerais primários e de
argila;
-Intemperismo e pedogênese;
-Fatores de formação dos solos;
-Perfil e horizontes do solo;
-Morfologia do solo;
-Relação solo – água – planta;
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA
KIEHL, E. J. Manual de edafologia: relações solo-planta. São Paulo: Ceres,
1979. 264 p.
RESENDE, M. ET al. Pedologia: base para distinção de ambientes. 4ª Ed.
Viçosa: Neput, 2002. 338 p.
TEIXEIRA, W. et al. Decifrando a terra. 2ª Ed. São Paulo: Oficina de textos,
2003. 568 p.
E) ESTATÍSTICA BÁSICA
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
-Estudo descritivo e apresentação de dados: classificação de variáveis, tabelas e gráficos;
-Medidas descritivas: medidas de tendência central e medidas de variabilidade;
-Probabilidade: propriedades, probabilidade condicional e independência;
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA
BUSSAB, W. O.; MORETTIN, P. A. Estatística básica. Editora Saraiva, 2004.
FONSECA, J. S. da; MARTINS, G. A. Curso de estatística. 6ª Ed. São Paulo:
Atlas,
1996.
F) FÍSICA APLICADA À ZOOTECNIA
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
-Fluidos: princípio de Pascal e princípio de Arquimedes.
-Eletricidade: diferença de potencial, corrente elétrica, leis de Ohm, associação de
resistores, leis de Kirachoff para eletricidade.
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA
HALLIDAY, D.; RESNICK, R.; WALKER, J. Fundamentos da física. 6ª Ed. Rio de
Janeiro: Editora livros técnicos e científicos. 4 v.
G) FISIOLOGIA ANIMAL
49
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
-Fisiologia do sistema digestório;
- Fisiologia do sistema reprodutor masculino;
-Fisiologia do sistema reprodutor feminino;
- Termorregulação em aves;
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA
FRANDSON, R. D.; WILKE, W. L.; FAILS, A. D. Anatomia e fisiologia dos
animais de fazenda. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, 6ª Ed. 2005. 454 p.
SWENSON, M. J.; REECE W. O. Dukes fisiologia dos animais domésticos. 11ª
ed. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 1996. 856 p .
H) GENÉTICA BÁSICA
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
-Estrutura e duplicação do DNA;
-Transcrição do RNA;
-Síntese protéica;
-Mutações gênicas;
-Leis de Mendel;
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA
BURNS, G. W.; BOTTINO, P. J. Genética. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,
1991. 381 p.
OTTO, P. Genética básica veterinária. 4ª Ed. Ed Roca: São Paulo. 2006. 296 p.
RAMALHO, M. A. P.; PINTO, C. A. P.; SANTOS, J. B. Genética na
Agropecuária. Editora UFLA: Lavras. 2000. 472 p.
I) HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
- Tecido epitelial de revestimento e glandular;
- Aparelho circulatório;
- Aparelho digestório e glândulas anexas;
- Tecido ósseo;
- Ovogênese e espermatogênese;
Placenta e membranas extra-embrionárias;
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA
JUNQUEIRA, L. C.; CARNEIRO, J. Biologia celular e molecular. 7ª Edição. Rio
de Janeiro: Editora Guanabra Koogan, 2000. 299 p.
JUNQUEIRA, L. C.; CARNEIRO, J. Histologia básica. 7ª Edição. Rio de Janeiro:
Editora Guanabara Koogan, 2000. 433 p.
MOORE, K. L. Embriologia básica. 5ª Edição. Editora Interamericana, 2000. 291
p.
J) INTRODUÇÃO A ZOOTECNIA
50
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
- A origem da zootecnia como ciência e arte;
- História evolutiva da zootecnia;
- Conceitos em zootecnia;
- O profissional zootecnista e suas competências e habilidades;
- O zootecnista como agente de transformação da realidade social e econômica do
país por meio do agronegócio;
- O zootecnista em ação: as experiências e o circunlóquio entre a teoria e prática.
as políticas de formação e profissionais;
- Ética profissional;
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA
DOMINGUES, O. Introdução à zootecnia. Serviço de informação agrícola. Rio de
Janeiro. 1975. 380 p.
FERREIRA, W. M.; BARBOSA, S. P. B.; CARRER, R. C. O. et al. Zootecnia
brasileira: quarenta anos de história e reflexões. ABZ. 2006. 84 p.
K) MORFOLOGIA E SISTEMÁTICA DE ANGIOSPERMAS
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
-Noções de nomenclatura botânica;
-Descrição das famílias de angiospermas com interesse zoológico: forrageiras,
medicinais e tóxicas;
-Estudo morfológico dos sistemas: radicular, caulinar, foliar, flor, fruto e semente;
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA:
AMORIM, D. S. Elementos básicos de sistemática filogenética. USP:
Sociedade Brasileira de Genética. 2ª. ed. 1997, 276p.
BARROSO, G. M.; PEIXOTO, A. L.; ICHASO, C. L. F; GUIMARÃES, E. F.;
COSTA, C. Sistemática de angiospermas no Brasil. v. 1. 2ª ED. Viçosa:
Editora UFV, 2002, 309 p.
GLÓRIA, B. A.; GUERREIRO, S. M. Anatomia vegetal. Viçosa: Ed UFV. 2003,
438 p.
L) ZOOLOGIA
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
-Morfologia e biologia de platelmintos e nematelmintos;
-Morfologia e biologia de moluscos;
-Morfologia e biologia de artrópodes;
-Morfologia e biologia de cordados;
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA
BRUSCA, R.; BRUSCA, G. Invertebrates. 2nd Edition, Sinauer Associates, INC
Publishers, Sunderland, Mass, 2003.
HICKMAN, JR, C. P.; ROBERTS, L. S.; LARSON, A. Princípios integrados de zoologia.
11ª ed. Guanabara Koogan: Rio de Janeiro. 2004. 846p.
51
LOCAL DA PROVA:
Faculdade de Engenharia Florestal, sala 04 (segundo piso) - Campus Universitário de
Cuiabá - Av. Fernando Corrêa da Costa s/n - Cuiabá - MT.
52
CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO ARAGUAIA
CANDIDATOS CONVOCADOS PARA FAZER A PROVA DE
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
CURSO: DIREITO
REQUERENTE
Aline Barros Silva
Aline Teodoro Porto
Bianca Cecconello Mendes
Brenda Rodrigues da Costa
Bruno Rocha Olivieri
Caio César Claudino Cavalcante
Carolina da Silva Costa
anielle Carmo Pitaluga
Danny Francielly Lima;
Diego Ethan Nunes Oliveira
Diélly Candida Correa Morais
Divina Eterna Costa Soares
Ediones Mendes Gonçalves
Emanuel Campos Ladislau
Fabíola Resende Cassiano
Fernanda de Freitas Figueiredo
Fernanda Soares Nogueira Borges
Franciely Maia de Oliveira
Frediana Mendes Campos
Gabriele Cervigni Martins
Guilherme Rocha Olivieri
Lorrane Moreira Martins dos Santos
Luana Carvalho Vieira
Luanna Almeida Moraes Mustafa
Lucas Rodrigues Gomes
Mackerly Bárbara Silva Custódio
Mateus Bena Gil
Michel Franck Leister Pereira
Paulo Eduardo Aquino Dourado
Paulo Rodrigo Mendes Leonel
Rhafael Amorim de Souza
Rodrigo Barbosa Carvalho
Rodrigo Luis Vinha
Rogério Meireles Vieira
Rômulo Augusto de Assis
Thays Silvério da Costa
Vanessa Siqueira Melo
Vanilson Cordeiro de Sousa Filho
53
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1) Conceito de direito
2) Direito objetivo e direito subjetivo
3) Diferença entre direito e moral
4) O Positivismo jurídico
5) Da pessoa natural e da pessoa jurídica
6) Negócio jurídico
7) Prescrição e decadência
8) Conceito de empregado e empregador
9) Contrato de trabalho por prazo determinado e indeterminado
10) O trabalho da criança e do adolescente
11) Tipos de rescisão contratual
12) Organização sindical e direito de greve
13) Solução de conflitos coletivos de trabalho
14) Princípios fundamentais da Constituição Federal, direitos e garantias constitucionais
15) Controle de constitucionalidade
16) Organização do Estado
17) Organização do Judiciário
18) Jurisdição e competência
19) Princípios do direito processual
20) Princípios penais
21) Teoria geral do delito
22) Aplicação da pena
23) Dos crimes contra a vida
24) Processo e Procedimento
25) Meios de defesa
BIBLIOGRAFIA
DINIZ, Maria Helena. Compêndio de Introdução à Ciência do Direito. São Paulo:
Editora Saraiva.
GONÇALVES, Carlos Roberto. Direito Civil Brasileiro – Parte Geral. São Paulo:
Editora Saraiva.
VENOSA, Silvio de Salvo. Direito Civil – Parte Geral. São Paulo: Editora Atlas.
MARTINS, Sérgio Pinto. Direito do Trabalho. São Paulo: Editora Atlas.
MORAES, Alexandre. Direito Constitucional. São Paulo: Editora Atlas.
GRINOVER, Ada Pellegrini, DINAMARCO, Cândido Rangel, CINTRA, Antonio
Carlos de Araújo. Teoria Geral do Processo. Editora Malheiros;
JESUS, Damásio Evangelista. Direito Penal. São Paulo: Editora Saraiva.
LOCAL DA PROVA
Sala 206 - Bloco verde (primeiro Bloco à esquerda da entrada principal);
Campus Universitário do Araguaia
Cidade Barra do Garças - MT Ed. AV. Jaime Campos, 6390, Barra do
Garças - MT. CEP: 78.600.000 CURSO: ENGENHARIA CIVIL
REQUERENTE
Ademir Marcondes Durães Junior
54
Alessandro Boaventura de Oliveira
Alex Dias Trindade
Alex Pedro Alves de Araujo
Ana Bárbara cidade Silveira
Anna Paula Abreu da Silva
Antonio Gean Rodrigues de Sousa
Bruna Fernanda de Souza Marzochi
Bruno de Lima Lula Freitas Lacerda
Bruno Leandro dos Santos
Bruno Luiz Oliveira Leal
Caroline Maria de Oliveira Moura
Daniel Marcos Pinto
Débora Ethiene Nascente
Eder Ferreira Sanches
Eduardo Aguiar de Souza Portela
Erivelton Miranda de Souza
Estela Rayane Moraes Alves
Fabio Alexandre Rigon
Fabricio Martins Pereira Carrijo
Flávio Aragão de Castro
Gisely Meneses do Vale
Henrique Cesar Silveira
Isadora de Souza Cardoso
Izabella Brito Arraes Marques
Jean Carlos de Avila e Silva
Joaquim Romaldo Ruwer Araujo
Jonanthan Valença Aquino
Juliana Camila Silva Neves
Kayo Cesar Rego de Oliveira Santos
Kelly Rodrigues de Oliveira
Leonardo Hoffmann Basso
Leticia Cristina da Silva Sousa
Lucas Nantet Guedes
Marco Aurélio Borgeo
Mario Winicius Dias de Souza
Matusalém do Carmo de Oliveira
Murilo Godoi Coimbra
Murilo Marques Domingues
Natalia Ferreira Souza
Paulo Henrique Matos Moreira
Priscila Romeiro
55
Renan Coppetti Subutzki
Rogério Leite Silva
Rubeni da Silva Marinho
Suzani José Fernandes Nascimento Gonçalves
Walker Farias Araujo
Yuna Jessica de Freitas
Zibeon Francisco Borges
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
Estruturas – Conceitos Básicos:
a) Concreto Armado;
b) Metálicas;
c) Madeira;
d) Mistas.
Fundações – Conceitos Básicos:
a) Sapatas;
b) Tubulões;
c) Estacas.
Materiais de Construção – Conceitos Básicos:
a) Aglomerantes;
b) Agregados.
BIBLIOGRAFIA
ALONSO, U. R. Dimensionamento de Fundações Profundas. São Paulo: Edgar Blücher,
1989.
ALONSO, U. R. Previsões e Controle das Fundações. São Paulo: Edgard Blücher, 1995.
AZEREDO, H.A. O edifício e seu acabamento. S.Paulo, Edgard Blucher, 1987.
BAUER, L.A.F.. Materiais de Construção Vol 1. Rio de Janeiro: LTC.
BAUER, L.A.F.. Materiais de Construção Vol 2. Rio de Janeiro: LTC.
BEER, F.P.; JOHNSTON, E.R.; DEWOLF, J.T. Resistência dos Materiais. São Paulo:
McGraw-Hill, 2006.
BORESI, A. P.; SCHIMDT, R. J. Estática. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.
CAMPANARI, F. A. Teoria das estruturas, vols. 1, 2. Rio de Janeiro: Editora Guanabara
Dois,1985.
CAPUTO, H. P. Mecânica dos Solos e suas Aplicações, vols. 1,2 e 3. 6ª ed. Rio de
Janeiro: LTC, 1996.
CIMINO, R. Planejar para construir. S.Paulo, Pini, 1987.
CRAIG, R. F. Mecânica dos Solos, 7ª ed. Rio de Janeiro: LTC, 2007.
FIORITO, A.J.S.I. Manual de argamassas e revestimento. São Paulo: PINI, 1994.
FREITAS, M. Infra-estrutura de pontes e vigas: distribuição de ações horizontais: método
geral de cálculo. São Paulo: Edgard Blucher, 2001
FUSCO, P. B. Técnicas de armar as estruturas de concreto. São Paulo: Pini, 1995.
GERE, J.M., Mecânica dos Materiais, São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003
HACHICH, W. Fundações – Teoria e Prática. 2ª ed. São Paulo: Pini, 2000.
56
MATTOS DIAS, L. A. Estruturas de Aço – Conceitos, técnicas e linguagem. São Paulo:
Editora Zigurate. 2000.
MEHTA, P.K. e MONTEIRO, P.J.M. Concreto - Estrutura, Propriedades e Materiais.
São Paulo: Editora PINI, 1999.
NBR 6118 - Projeto e Execução de Obras de Concreto Armado.
NBR 6123 - Forças devidas ao vento em edificações – Procedimento.
NBR 7187 - Projeto e Execução de Pontes de Concreto Armado e Protendido.
NBR 7808 - Símbolos gráficos para projetos de estruturas – Simbologia.
NBR 8681 - Ações e Segurança nas Estruturas.
PFEIL, W. Estruturas de Madeiras. Rio de Janeiro: LTC, 1982.
PFEIL, W.C. Pontes em Concreto Armado, vol. 1. Rio de Janeiro: LTC, 1997.
PFEIL, W; PFEIL, M. Estruturas de Aço. Rio de Janeiro: LTC, 1995.
PINTO,C.S. Curso Básico de Mecânica dos Solos. São Paulo: Oficina do texto, 2002.
QUEIROZ, G. Elementos das Estruturas de Aço. Belo Horizonte: Imprensa Universitária,
1994.
SANTOS, A. F. Estruturas Metálicas. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1977.
SCHNAID, F. Ensaios de Campo e suas Aplicações à Engenharia Geotécnica. São Paulo:
Oficina de Textos, 2000.
SUSSEKIND, J.C. Curso de análise estrutural, vols.1, 2 e 3. Porto Alegre: Editora Globo,
1980.
TIMOSHENKO, S. P. Resistência dos Materiais, vols. 1, 2. Rio de Janeiro: LTC, 1983.
YAZIGI, W. A técnica de edificar. São Paulo: PINI, 2001.
LOCAL DA PROVA
Sala 202 2º Andar - Bloco Verde (A Esquerda Após a Entrada) – Campus de Barra do
Garças
Campus Universitário do Araguaia
Cidade Barra do Garças - MT Ed. AV. Jaime Campos, 6390, Barra do
Garças - MT. CEP: 78.600.000 -
57
CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS
CANDIDATOS CONVOCADOS PARA FAZER A PROVA DE
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS – NOTURNO
REQUERENTE
Aline De Souza Nunes
Andressa De Sousa Bianchini
Arquimedes De Leão Saggin
Camila Maria Ferreira De Souza
Charliane Lopes Da Silva
Elahine Santo De Moraes
Elaine Da Silva Messias
Felipe Rodrigues Matias
Fellippe Camara Taboreli Da Silva
Franciane Canape Da Silva
Girleno Gomes Moreira
Gustavo Da Cruz Monteiro
Gustavo Da Silva Brito
Isdaiane Maciel Bezerra
Janaina Carvalho Lopes
Josiele Pereira Da Silva
Kaoara Neves Franco
Katiele Cabreiras Da Silva
Laize Aparecida Brilhante Souza
Marcia Thais Da Silva
Pedro Henrique Coelho Backes
Priscila Pereira De Sousa
Regiane Cristina Sartori Silva
Robson Ferreira De Oliveira
Sidnei Carlos Pereira
Tamara Lorrainy De Oliveira Lima
Tiago Alves Wially
Tuane Cristielle Siqueira Silva
Vanessa Silva Soares
Danielle Parisotto Nicolau
Eliane Dos Santos
Gleice Kelly Da Silva
Gustavo De Souza Bueno
José Daniel De Souza
Maikel Carmo Da Silva
Paloma Busanello Correa
58
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
• A Estática Patrimonial, o significado dos grupos patrimoniais. Conceitos de: Ativo,
Passivo e Patrimônio Líquido;
• Métodos contábeis: as partidas simples e as partidas dobradas, processo de
escrituração e as principais formas de lançamentos;
• Contas: conceitos e os principais tipos de contas;
• Balancete de Verificação: conceitos e as principais forma de Balancete;
• As Variações do Patrimônio Líquido: Receitas, Ganhos, Despesas e Perdas;
• As operações e ajustes decorrentes do Regime de Competência de Exercício;
• As operações com mercadorias e sua contabilização - Inventário Permanente.
Inventário Periódico;
• Princípios Contábeis;
•
Demonstrações Contábeis – Balanço Patrimonial - BP, Demonstração do
Resultado do Exercício - DRE, Demonstração do Lucro ou Prejuízo Acumulado DLPA e Demonstra;ao da Mutação do Patrimônio Liquido - DMPL.
Obs.: Os candidatos deverão trazer calculadora.
BIBLIOGRAFIA
ARAUJO, Adriana Maria Procópio de, ASSAF, Alexandre – Introdução a Contabilidade,
São Paulo, Atlas, 2004 .
EQUIPE DE PROFESSORES DA FEA USP. Contabilidade Introdutória. 11 ed. São
Paulo: Atlas. 2010.
FIPECAFI. MANUAL DE CONTABILIDADE SOCIETÁRIA: Aplicável a todas as
Sociedades de acordo com as Normas Internacionais e do CPC, 1. ed. São Paulo:
Atlas, 2010.
IUDÍCIBUS, Sérgio de; Marion, José Carlos. Contabilidade Comercial. 9. ed. São Paulo:
Atlas, 2010.
MARION, José Carlos. Contabilidade Empresarial. 15. ed. São Paulo, Atlas, 2009.
RIBEIRO, Osni Moura; DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Mudanças na Lei das
Sociedade por Ações Como era e como ficou, São Paulo, Saraiva, 2010.
LOCAL DA PROVA
Sala 18 do Bloco Central (A) - Campus Universitário de Rondonópolis - Rodovia MT 270,
Km 06, Parque Residencial Sagrada Família - Rondonópolis – MT.
CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
REQUERENTE
Alison Oliveira Albuquerque
Cristiano Mota da Silva
Guilherme José Basso
Igor Moraes Coelho
Luiz Henrique de L. Gabriel
Wanderson Rodrigues da Silva
59
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
Características básicas de organização de um computador. Conceito de algoritmos e
programação. Tipos de dados: conceituação, representação e manipulação Algoritmos:
representação, técnicas e estruturas de controle e repetição. Solução de problemas
numéricos e não-numéricos através de algoritmos. Variáveis Compostas Homogêneas.
Métodos simples de ordenação e pesquisa de dados.
Tópicos:
• Apresentação da disciplina, conteúdo, critérios de avaliação e introdução à
linguagem C;
• Estrutura de programas em linguagem C, tipos de dados, declaração de variáveis
e palavras reservadas;
• Funções de entrada e saída padrão;
• Operadores aritméticos, lógicos e relacionais;
• Comandos de controle de fluxo
• Laços de repetição em linguagem
• Vetores: definição, utilização, exemplos;
• Laços de repetição e matrizes;
• Conceito de procedimentos e funções;
BIBLIOGRAFIA
MEDINA, Marco; FERTIG, Cristina. Algoritmos e programação – teoria e prática. São
Paulo: Novatec, 2006.
LOPES, A.; GARCIA, G. Introdução à programação – 500 algoritmos resolvidos. Rio de
Janeiro: Campus, 2002.
CARBONI, Irenice de Fátima.Lógica de Programação. São Paulo: Pioneira Thomson
Learning, 2003.
FORBELLONE, André L. V.; EBERSPACHER, Henri F. Lógica de programação. São
Paulo: Makron Books, 2000.
LOCAL DE PROVA
Sala 11 – Laboratório de Informática – Prédio principal - _ Campus Universitário de
Rondonópolis - Rodovia MT 270, Km 06, Parque Residencial Sagrada Família Rondonópolis - MT
CURSO: ENFERMAGEM
REQUERENTE
Anny Helly De Souza Anicésio
Bianca Damin
Cíntia Tavares Da Silva Miyabara
Dilvane Da Silva
Eduarda Da Silva Louredo
Fernanda De Souza Coelho
Gabriela Pereira De Carvalho Oliveira
Jéssica Andréa De Souza Leite
Katia Maria Terço Belém
Larissa Tavares Da Silva
60
Mara Lúcia Bertulucci Camilo
Maria Luiza De Oliveira Carneiro
Marina De Oliveira Vaz
Mellyten Yanini Santana Rinaldi
Natana Santana Barbosa
Rafaela De Jesus Pereira
Priscilla Serafim Evaristo
Robson Vieira Da Silva
Rodrigo Dos Santos
Sandra Regina Melo Cardoso
Talita Da Silva Pereira
Tarcísio Silva Rodrigues
Tatiane Dos Santos Neiva
Vanderson Ribeiro Fluch
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
-Atenção Integral de Enfermagem a saúde do adulto, idoso e família na atenção básica;
- Assistência de Enfermagem na atenção integral à saúde da mulher;
- Assistência de Enfermagem na atenção integral à saúde da criança e do adolescente;
- Avaliação clínica em enfermagem;
- O cuidar em Enfermagem;
- Qualidade e a avaliação dos serviços de saúde e enfermagem;
- SAE e Humanização do atendimento aos usuários em estado grave e sua família;
BIBLIOGRAFIA
1. ALMEIDA, Fabiane de Amorim; SABATÉS, Ana Llonch. Enfermagem pediátrica - a
criança, o adolescente e sua família no hospital: Manole, 2007.
2. BANTON, J.; BRANDY, C.; O’KELLEY, S.D. Terapia Intravenosa. Traduzido por Ivan
Lourenço Gomes. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.
3. BARROS, Alba Lucia Botura Leite et al. Anamnese e exame físico: avaliação
diagnóstica de enfermagem do adulto. 2 ed.Porto Alegre: Artmed, 2010.
4. BRASIL, Ministério da Saúde. HumanizaSUS: Política Nacional de Humanização.
Documento da Política Nacional de Humanização - Marco Conceitual e Diretrizes
Políticas. Ministério da Saúde, Secretaria Executiva, Núcleo Técnico da Política
Nacional de Humanização. Brasília: Ministério da Saúde, 2004.
5. CAMPOS, G.W.; MINAYO, M.C.; AKERMAN MC.; DRUMOND JUNIOR, M;
CARVALHO, Y.M. (Org.) Tratado de Saúde Coletiva. 2 ed. São Paulo/ Rio de
Janeiro: Hucitec/Fiocruz, 2009.
6. CIANCIARULLO, T.I. Instrumentos básicos do cuidar. São Paulo: Atheneu, 1996.
7. KURCGANT, P. et. al. Administração em Enfermagem. São Paulo, EPU, 1991
8. KURCGANT, P. et. al. Gerenciamento em Enfermagem. 2. ed. São Paulo,
Guanabara Koogan, 2010
9. NANDA. Diagnósticos de enfermagem da NANDA: definições e classificação 20072008. Porto Alegre: Artmed, 2008.
10. NETTINA, S. M. Prática de Enfermagem. 7.ed.vol.1,2,3. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2003.
61
11. ORSHAN, S. A. Enfermagem na Saúde das mulheres, das mães e dos recennascidos. O cuidado ao longo da Vida. Artmed. Porto Alegre. 2010.
12. POSSARI, J.F.; Prontuário do paciente e os registros de enfermagem, 2.ed., São
Paulo: Iatria, 2007.
13. POTTER, P.A; PERRY,A.G. Fundamentos de Enfermagem. 5ªed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2004.
14. REZENDE, J. Obstetrícia. 10 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.
15. TANNURE, M.C.; GONÇALVES, A.M.P. SAE, Sistematização da Assistência de
Enfermagem: Guia Prático. Rio de janeiro: Guanabara Koogan, 2008
LOCAL DA PROVA
Sala n°08 no Prédio da Enfermagem _ Campus Universitário de Rondonópolis - Rodovia
MT 270, Km 06, Parque Residencial Sagrada Família - Rondonópolis – MT.
62
CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP
CANDIDATOS CONVOCADOS PARA FAZER A PROVA DE
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
CURSO: ENFERMAGEM
REQUERENTE
Beloni Da Luz Vieira Candido
Claudemara Dos Santos Velho Rocha
Cleoneide Cordeiro Leite
Elen Figueredo De Souza
Elocias De Fátima Marques Palva
Emilia Chuina Tomazeli
Maria Da Penha Martins Da Veiga
Naiane Benedita De Melo
Naiara Paula Peres Da Silva
Núbia Torres
Pollyana Carla Fanin
Priscila Seolin Bento
Tatiana Da Silva Oliveira
Tiago Henrique Rodrigues De Carvalho
Vanderli Pereira Da Silva
CONTEUDO PROGRAMÁTICO
Anatomia Humana, Biologia Celular, Bioquímica Geral, Histologia, Patologia, Fisiologia,
Bases históricas da Enfermagem, Bioquímica Aplicada, Microbiologia Básica, Introdução à
Bioestatística.
BIBLIOGRAFIA:
BASES HISTÓRICAS DA ENFERMAGEM
GEOVANINI; Telma. ET. AL. História da Enfermagem – Segunda Edição – Rio de
Janeiro: Revinter.
OGUISSO, Taka. Trajetória histórica e legal da enfermagem – Barueri, SP: Manole,
2005 (Série Enfermagem).
INTRODUÇÃO A BIOESTATÍSTICA
CALLEGARI-JACQUES, S.M. Bioestatística: princípios e aplicações. Porto Alegre:
Artmed. 2003, 255p.*
MEDRONHO, R.A. Epidemiologia. São Paulo: Atheneu, 2002. 493p.*
BIOQUÍMICA GERAL
CHAMPE, P. C., HARVEY, R. A., FERRIER, D.R. Bioquímica Ilustrada. Editora Artmed,
3a ed., 2006.
LEHNINGER. A., NELSON, D.L., COX, M.M. Princípios da Bioquímica. Editora Sarvier,
4a ed., 2006.
63
DEVLIN, T.M. Manual de Bioquímica com Correlações Clínicas. Editora Edgard
Blücher Ltda, 6a ed., 2007.
BIOLOGIA CELULAR
ALBERTS, B. et al. Biologia Molecular da célula. 5ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.
DE ROBERTIS, E.; HIB, J. Bases da biologia celular e molecular. 4ª ed. Rio de
Janeiro:Guanabara Koogan, 2006.
JUNQUEIRA, L.C.; CARNEIRO, J. Biologia Celular e Molecular. 8ª ed. Rio de
Janeiro:Guanabara Koogan, 2005.
ANATOMIA HUMANA
DANGELO, J.G., FATTINI, C.A. Anatomia sistêmica e segmentar. 3°edição. São Paulo:
Ed.Atheneu, 2007.
DRAKE, Richard l.; VOGL, Wayne; MITCHELL, Adam W. M.. Gray′′s Anatomia para
Estudantes. São Paulo. Ed. Elsevier. 2005.
SOBOTTA, J. Atlas de Anatomia Humana. 22° edição. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara
Koogan, 2006. 2 volumes.
NETTER, F.H. Atlas de anatomia humana. 4° edição. Rio de Janeiro: Ed.Elsevier, 2008.
FISIOLOGIA
AIRES, Margarida de M. Fisiologia. 2 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1999, 934
p.
GUYTON, Arthur C. Fisiologia humana. 6. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008.
564 p.
SILVERTHON, Dee Unglaub. Fisiologia humana: uma abordagem integrada. Barueri,
SP: Manole, 2003, 816 p.
HISTOLOGIA
GARTNER, L.P., HIATT, J.L. Atlas Colorido de Histologia. 4ª ed. Ed. Guanabara
Koogan, 2007.
HIB, J. Di Fiori Histologia Texto e Atlas. Ed. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 2003.
JUNQUEIRA, L.C.U., CARNEIRO, J. Histologia Básica, 11ª Edição, Rio de Janeiro,
Guanabara Koogan, 2008.
OVALLE, W. K., NAHIRNEY, P. C. Netter Bases da Histologia. Editora Elsevier, 2008.
PATOLOGIA
BRASILEIRO FILHO, G. Bogliolo: Patologia. 7 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan;
2006.
MONTENEGRO, M.R; FRANCO, M. Patologia: Processos Gerais. 4 ed. São Paulo:
Atheneu;1999.
ROBBINS, S.L; CONTRAN, R.S. Patologia: Bases Patológicas das Doenças. 7 ed. Rio
de Janeiro: Elsevier; 2005.
BIOQUÍMICA APLICADA
CHAMPE, P. C., HARVEY, R. A., FERRIER, D. R. Bioquímica Ilustrada. Editora Artmed,
3a ed., 2006.
LEHNINGER. A., NELSON, D.L., COX, M.M. Princípios da Bioquímica. Editora Sarvier,
3a ed., 2002.
DEVLIN, T.M. Manual de Bioquímica com Correlações Clínicas. Editora Edgard
Blücher Ltda, 6a ed., 2007.
MICROBIOLOGIA BÁSICA
64
BLACK, J.G. Microbiologia: fundamentos e perspectivas. 4. ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, c2002. 829 p.
TORTORA, G.J..; FUNKE, B.R.; CASE, C.L. Microbiologia. 8. ed. Porto Alegre: Artmed,
c2005. 894 p.
TRABULSI, L.R.; ALTERTHUM, F. (Ed.). Microbiologia. 5. ed. São Paulo: Atheneu,
2008.
LOCAL DA PROVA
UFMT - Campus Universitário de Sinop
Av. Alexandre Ferronato, 1200
SALA 01 DO BLOCO 4
Setor Industrial – Sinop/MT
CURSO: MEDICINA VETERINÁRIA
REQUERENTE
Brehndo Santos Eler
Clecir Junior Bortolossi
Danilo Borin conche
Elias José da Silva Junior
Evandro Renan Feistel
Francielly Lopes
Jessika Lucia Stuani
Jusimeiri Aparecida Campos da Silva
Kamila de Andrade Felix
Marcelle Rosaline da Silva Benicio
Mariana Elisa Muller
Maurício César Santana
Priscila Passamani
Rafael de Oliveira Araujo
Raisa Siqueira Vanzella
Rayanne Schneider Mendes
Ricardo Brunieri Ferreira
Robson Henrique da Cruz
Rodrigo José Pilon Gonçalves
Thamires Galindo da Silva
Uéliton Alberto Viegas
Vitor Emiliano Gonçalves Castro Bentos
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
Anatomia dos animais domésticos ; Biologia Celular; Bioquímica geral; Embriologia
Bioquímica Aplicada; Estatística experimental; Genética; Histologia ; Melhoramento
Genético; Patologia Animal
BIBLIOGRAFIA
65
BÁSICA
GETTY, R. Anatomia dos animais domésticos, 5a edição, Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, vol 1 e 2, 1986.
POPESKO, PETER. Atlas de anatomia topográfica dos animais domésticos,
São Paulo: Manole Ltda., vol 1, 2 e 3, 1997.
DYCE, K.M.; SACK, W.O.; WESING, C.J.G. Tratado de Anatomia Veterinária,
2ª edição, Rio de Janeiro: Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1997.
KONIG, H. E. Anatomia dos animais domésticos: texto e atlas colorido, Porto
Alegre: Artmed. 2004. 399pp.
BÁSICA
DE ROBERTS, E.; HIB, J. Bases da biologia celular e molecular, 4ª edição, Rio
de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.
JUNQUEIRA, L.C.; CARNEIRO, J. Biologia Celular e Molecular, 7ª edição, Rio
de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004.
BÁSICA
LEHNINGER. A., NELSON, D.L., COX, M. M. Princípios da Bioquímica, 3a
edição, Sarvier, 2002.
CAMPBELL, MARY K. Bioquímica, 3a edição, Edição Universitária, Porto
Alegre: Artmed, 2000.
BÁSICA
GARCIA, S.M.L.; FERNANDEZ, C.G. Embriologia, 2ª edição, Porto Alegre:
Artmed, 2003.
MOORE, K. Embriologia clínica, 7ª edição, Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2004.
BÁSICA
DEVLIN, T.M. Manual de Bioquímica com Correlações Clínicas, 4a edição,
Edgard Blücher Ltda, 2000.
LEHNINGER. A.; NELSON, D.L.; COX, M. M. Princípios da Bioquímica, 3a
edição, editora Sarvier, 2002.
COMPLEMENTAR
CAMPBELL, MARY K. Bioquímica, 3a edição, Edição Universitária, Porto
Alegre: Artmed, 2000.
CHAMPE, P. C., HARVEY, R. A., FERRIER, D. R. Bioquímica Ilustrada, 3a
edição, Porto Alegre: Artmed, 2006.
VOET, D., VOET, J.G. Bioquímica, 3a edição, Porto Alegre: Artmed, 2006.
VOET, D.; VOET, J.G.; Pratt, C.W. Fundamentos de Bioquímica, Porto Alegre:
Artmed, 2002.
BÁSICA
CRESPO A. A. Estatística fácil, 14ª edição, São Paulo: Editora Saraiva, 1996.
MACHADO, I.B.S. Estatística Aplicada a Experimentação Animal, 2ª edição,
Belo Horizonte: Fundação de Estudo e Pesquisa em Medicina Veterinária e
Zootecnia, 2002.
COSTA NETO, P.L.O. Estatística, 2ª edição, São Paulo: Editora Edgard
Blücher, 2002.
BÁSICA
GRIFFITH, A.J.F.; MILLER, J.H.; SUZUKI, D.T. et al. Introdução à genética,
8ª edição, Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.
OTTO, P.G. Genética Básica para a veterinária, 4a edição, Ed. Roca.
66
BÁSICA
JUNQUEIRA, L.C.; CARNEIRO, J. Histologia Básica, 10ª edição, Rio de
Janeiro: Guanabara Koogan, 2004.
KIERSZENBAUM, A.L. Histologia e Biologia Celular, 1ª edição, Rio de
Janeiro: Elsevier, 2004.
LOCAL DA PROVA
UFMT - Campus Universitário de Sinop
Av. Alexandre Ferronato, 1200
SALA 01 DO BLOCO 4
Setor Industrial – Sinop/MT
CURSO: AGRONOMIA - BACHARELADO
REQURENTE
Alan Gustavo Comiran
Alessandro Rosa Renz
Alexandre Luiz Peruzzolo
Ana Carla Nenevê de Castilho
Andréa Ioris Almeida
Angela Bovino Sabadini
Anilton Franco Casavechia
Áthila Fosch Botega
Bernabé Teixeira da Rocha Neto
Bruno Molitor Souza Picolo
Cassiano Jorge Camera
Flávia Piovezan Rodriguês
Gabriel Goulart Bacha Bustamante
Gialle Castanha Lovato
Gilberto de Almeida Seba
Jackson Junior da Cruz
Jeferson Eduardo Ruffato
Jefferson Dionata Barbian
Jesiane Palmeira de Lima
Juliana Benedita Bastos Soares
Kelvin Rafael Pase
Luan Pedro Traspadini Cerqueira
Luiz Henrique Zonta
Maciel Gavinescki
Mariana Gonçalves Rosa
Mariléia Hezel
Michel Ariquenes Wochner
Núbia do Carmo Santos
Paulo Tadashi Utumi Godinho
Rafael Carlos de Oliveira
67
Rodrigo Estevo da Silva
Tiago Cesar de Oliveira
Vinícius Zaneti
Volnei Junior Liesbinski
CONTEUDO PROGRÁMATICO
Citologia; Morfologia Vegetal; Geologia; Química Geral; Química Orgânica; Estatística
Geral; Genética; Física Geral; Desenho Técnico; Zoologia Geral
BIBLIOGRAFIA
DE ROBERTIS, E.M.F. Bases da biologia celular e molecular. 4. ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2006. 389 p.
JUNQUEIRA, Luiz Carlos Uchôa; CARNEIRO, José. Biologia celular e molecular. 8. ed.
Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, c2005. 332 p.
ALBERTS, Bruce et al. Fundamentos da biologia celular. 2. ed. Porto Alegre: Artmed,
2006. 740 p.
DAMIÃO-FILHO, C.F; MÔRO, F.V. 2005. Morfologia Vegetal. Jaboticabal, Ed. Funep, 2ª
ed. 172p.
FERRI, M.G. 1973. Botânica: morfologia externa das plantas (organografia). São
Paulo, Melhoramentos, 9ª ed. 149 pp.
VIDAL, W.N.; VIDAL, M.R.R. 2005. Botânica – Organografia (quadros sinóticos
ilustrados de Fanerógamos). Viçosa, Editora UFV, 4ª ed. 124 pp.
LEINZ, V. Geologia Geral. São Paulo, IBEP. 2005.
TEIXEIRA, W.; TOLEDO, M.C.M.; FAIRCHILD, T.R.; TAIOLI, F. (2000) Decifrando a
Terra. Ed. Oficina de Textos. São Paulo. 557 pg.
LEPSCH, J.F. Formação e conservação dos solos. 1 ed., São Paulo: Oficina de textos,
2002. 178p.
KOTZ, John C.; TREICHEL, Paul. Química geral e reações químicas. São Paulo:
Pioneira Thompson Learning, c2005. 2 v. ISBN 9788522104277 (v.1).
KOTZ, John C.; TREICHEL, Paul. Química geral e reações químicas. São Paulo:
Pioneira Thompson Learning, 2009. 2 v. ISBN 9788522106912 (v.1).
MAHAN, Bruce H.; MYERS, Rollie J. Quimica: um curso universitario. 4 ed. Sao Paulo/
Rio de Janeiro: Edgard Blücher, 1995. 582 p.
RUSSELL, John Blair. Química geral. 2. ed. São Paulo: Makron Books, 1994. 2 v. ISBN
8534601925 (v.1)
68
ALLINGER, N. L. Química Orgânica. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Dois, 1986. 961p.
BARBOSA, Luiz Cláudio de Almeida. Introdução à Química Orgânica. Viçosa-MG:
Editora UFV, 2004. 311p.
SOLOMONS, T.W.G; FRYLE, C.B. Química Orgânica. 8. ed. Rio de Janeiro: Livros
Técnicos e Científicos Editora, v.1. 2005.
COSTA NETO, P. L. O. 2002. Estatística. São Paulo, Editora Edg. Blucher Ltda, 2a ed.
ARNOT CRESPO A. 1996. Estatística fácil. São Paulo, Editora Saraiva, 18a ed.
FERREIRA, Daniel Furtado. Estatística básica. Lavras: EDUFLA, 2005. 664 p. ISBN
8587692232
LEINZ, V. Geologia Geral. São Paulo, IBEP. 2005.
TEIXEIRA, W.; TOLEDO, M.C.M.; FAIRCHILD, T.R.; TAIOLI, F. (2000) Decifrando a
Terra. Ed. Oficina de Textos. São Paulo. 557 pg.
LEPSCH, J.F. Formação e conservação dos solos. 1 ed., São Paulo: Oficina de textos,
2002. 178p.
HALLIDAY, D., RESNICK, R.T.; KRANE, K. S. Física. 4v., LTC: Rio de Janeiro, 2004.
NUSSENZVEIG, H. M. Curso de Física Básica, 4v., Edgard Blücher: São Paulo, 2002.
SERWAY, R. A., JEWETT, J. W. Princípios de Física. 4v., Thomson Learning: São
Paulo, 2003.
FRENCH, Thomas Ewing. Desenho técnico e tecnologia gráfica. 8. ed. São Paulo:
Globo, 2005. 1093 ISBN 8525007331.
MONTENEGRO, Gildo A. Desenho arquitetônico: para cursos técnicos de 2º grau e
faculdades de arquitetura. 4. ed., rev. atual. São Paulo: Edgard Blücher, 2001. 167 p.
ISBN 978852120291.
BUENO, Claudia Pimentel. Desenho técnico para engenharias. Curitiba: Juruá, 2009.
196 p. ISBN 9788536216799.
RUPPERT, Edward E.; FOX, Richard S.; BARNES, Robert D. Zoologia dos
invertebrados: uma abordagem funcional-evolutiva. 7. ed. São Paulo: Roca, 2005. xi,
1145 p. ISBN 9788572415712.
STORER, T.I.; R. I. USINGER, R.C. STEBBINS, & J.W. NYBAKKEN. 1998. Zoologia
Geral. 6a. Edição. Editora Nacional, São Paulo – SP.
POUGH, F. H.; C. M. JANIS & J. B. HEISER. 2003. A vida dos Vertebrados. 3ª edição.
Atheneu, São Paulo. 699 p.
LOCAL DA PROVA
UFMT - Campus Universitário de Sinop
Av. Alexandre Ferronato, 1200
SALA 01 DO BLOCO 4
Setor Industrial – Sinop/MT
69

Documentos relacionados