1ª dia - colégio dom bosco

Comentarios

Transcripción

1ª dia - colégio dom bosco
2
e) especificar particularidades da bicicleta.
LINGUAGENS E CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS
QUESTÃO 03
QUESTÃO 01
Analise o seguinte período e assinale a opção em que o
sentido não se mantém o mesmo:
A capital da República Popular da China contém, em seu
arranjo espacial, o acúmulo histórico de mais de oito séculos
de várias camadas de urbanização. Todavia, foi apenas nas
últimas décadas que a cidade efetivamente apresentou
acelerado crescimento demográfico, associado a um
processo de modernização sem precedentes.
a) A capital da República Popular da China contém, em seu
arranjo espacial, o acúmulo histórico de mais de oito séculos
de várias camadas de urbanização. Contudo, foi apenas nas
últimas décadas que a cidade efetivamente apresentou
acelerado crescimento demográfico, associado a um
processo de modernização sem precedentes.
b) A capital da República Popular da China contém, em seu
arranjo espacial, o acúmulo histórico de mais de oito séculos
de várias camadas de urbanização. Porém, a cidade
efetivamente
apresentou
acelerado
crescimento
demográfico, associado a um processo de modernização
sem precedentes apenas nas últimas décadas.
c) A capital da República Popular da China contém, em seu
arranjo espacial, o acúmulo histórico de mais de oito séculos
de várias camadas de urbanização. Entretanto, foi apenas
nas últimas décadas que a cidade efetivamente apresentou
acelerado crescimento demográfico, associado a um
processo de modernização sem precedentes.
d) A capital da República Popular da China contém, em seu
arranjo espacial, o acúmulo histórico de mais de oito séculos
de várias camadas de urbanização. Por conseguinte, foi
apenas nas últimas décadas que a cidade efetivamente
apresentou acelerado crescimento demográfico, associado a
um processo de modernização sem precedentes.
e) A capital da República Popular da China contém, em seu
arranjo espacial, o acúmulo histórico de mais de oito séculos
de várias camadas de urbanização. No entanto, foi apenas
nas últimas décadas que a cidade efetivamente apresentou
acelerado crescimento demográfico, associado a um
processo de modernização sem precedentes.
VERÍSSIMO, L. F. As cobras em: Se Deus existe que eu seja atingido por um
raio.
Porto Alegre: L&PM, 1997.
O humor da tira decorre da reação de uma das cobras com
relação ao uso de pronome pessoal reto, em vez de
pronome oblíquo. De acordo com a norma padrão da língua,
esse uso é inadequado, pois:
a) contraria o uso previsto para o registro oral da língua.
b) contraria a marcação das funções sintáticas de sujeito e
objeto.
c) gera inadequação na concordância com o verbo.
d) gera ambiguidade na leitura do texto.
e) apresenta dupla marcação de sujeito.
QUESTÃO 04
Analise as afirmativas abaixo.
QUESTÃO 02
Extraído de: <http://www.exoticlic.com>. Acesso em: 27 fev. 2013.
A função de “que se encontrava em frente à arrecadação do
5º frt” é
a) dar explicações sobre como seria a bicicleta solicitada.
b) apontar a localização da bicicleta que se procurava.
c) descrever as características da bicicleta.
d) dar características do local em que se procurava a
bicicleta.
I. A vírgula utilizada depois da palavra “contente” separa um
vocativo, enquanto os dois pontos empregados depois de
“doente” introduzem apostos.
II. Na frase “Eu estaria sendo hipócrita”, há dois verbos e
duas orações.
III. O vocábulo “Aí” marca a coloquialidade do diálogo e
poderia ser substituído, em um registro mais formal, pela
expressão “desse modo”, sem modificação do sentido.
IV. Em “analisar o que me deixa”, o pronome “que”,
sintaticamente, exerce a função de objeto direto.
Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s)
a) II.
b) I, II e IV.
3
4
c) I e III.
d) III e IV.
e) II, III e IV
QUESTÃO 05
Comida é o nome de uma das músicas dos Titãs. Leia um
fragmento dela.
“A gente não quer só comida
A gente quer comida
Diversão e arte
A gente não quer só comida
A gente quer saída
Para qualquer parte” (...)
(Arnaldo Antunes / Marcelo Fromer / Sérgio Britto) (http://tinyurl.com/lwl3v2c
Acesso em: 31.07.2014. Adaptado)
Podemos afirmar que os termos “comida, diversão e arte”,
nesse trecho, exercem sintaticamente a função de
a) complemento nominal.
b) sujeito composto.
c) objeto indireto.
d) objeto direto.
e) aposto.
QUESTÃO 06
A falácia do mundo justo e a culpabilização das vítimas
Por Ana Carolina Prado
“É claro que o cara que estuprou é o culpado, mas as
mulheres também ficam andando na rua de saia curta e em
hora errada!”. “O hacker que roubou as fotos dessas
celebridades nuas está errado, mas ninguém mandou tirar
as fotos!”. “Se você trabalhar duro vai ser bem-sucedido, não
importa quem você seja. Quem morreu pobre é porque não
se esforçou o bastante.” Você sabe o que essas afirmações
têm em comum?
Há algum tempo falei aqui sobre como os humanos têm
diversas formas de se enganar em relação à ideia que têm
de si mesmos, quase sempre para proteger sua autoestima
ou para saciar sua vontade de estar sempre certos. Mas
nosso cérebro não nos engana só em relação a como vemos
a nós mesmos: temos também a tendência de nos iludir em
relação aos outros e à vida em geral. E as frases acima
exemplificam uma maneira como isso pode acontecer: por
meio da falácia do mundo justo.
Por exemplo, embora os estupros raramente tenham
qualquer coisa a ver com o comportamento ou vestimenta da
vítima e sejam normalmente cometidos por um conhecido e
não por um estranho numa rua deserta, a maioria das
campanhas de conscientização são voltadas para as
mulheres, não para os homens — e trazem a absurda
mensagem de “não faça algo que poderia levá-la a ser
violentada”.
Em um estudo sobre bullying feito em 2010 na Universidade
Linkoping, na Suécia, 42% dos adolescentes culparam a
vítima por ser “um alvo fácil”. Para os pesquisadores, esses
julgamentos estão relacionados à noção — amplamente
difundida na ficção — de que coisas boas acontecem a
1
quem é bom e coisas más acontecem a quem merece. A
tendência a acreditar que o mundo é assim é chamada, na
psicologia, de falácia do mundo justo. “Não importa quão
liberal ou conservador você seja, alguma noção dela entra
na sua reação emocional quando ouve sobre o sofrimento
dos outros”, diz o jornalista David McRaney no livro “Você
não é tão esperto quanto pensa”. Ele acrescenta que,
embora muitas pessoas não acreditem conscientemente em
carma, no fundo ainda acreditam em alguma versão disso,
adaptando o conceito para a sua própria cultura.
E dá para entender por que somos levados a pensar assim:
viver em um mundo injusto e imprevisível é meio assustador
3
e queremos nos sentir seguros e no controle. O problema é
que crer cegamente nisso leva a ainda mais injustiças, como
o julgamento de que pessoas pobres ou viciadas em drogas
são vagabundas [...], que mulher de roupa curta merece ser
maltratada ou que programas sociais são um desperdício de
dinheiro e uma muleta para preguiçosos. Todas essas
crenças são falaciosas porque partem do princípio de que o
sistema em que vivemos é justo e cada um tem exatamente
o que merece.
2
[...] a falácia do mundo justo desconsidera os inúmeros
outros fatores que influenciam quão bem-sucedida a pessoa
vai ser, como o local onde ela nasceu, a situação
socioeconômica da sua família, os estímulos e situações
5
pelas quais passou ao longo da vida e o acaso. Programas
sociais e ações afirmativas não rompem o equilíbrio natural
das coisas, como seus críticos podem crer — pelo contrário,
a ideia é justamente minimizar os efeitos da injustiça social.
6
Uma pessoa extremamente pobre pode virar a dona de
uma empresa multimilionária, mas o esforço que vai ter de
fazer para chegar lá é muito maior do que o esforço de
alguém nascido em uma família rica que sempre teve
acesso à melhor educação e a bons contatos. “Se olhar os
excluídos e se questionar por que eles não conseguem sair
da pobreza e ter um bom emprego como você, está
cometendo a falácia do mundo justo. Está ignorando as
bênçãos não merecidas da sua posição”, diz McRaney.
Em casos de abusos contra outras pessoas, como bullying
ou estupro, a injustiça é ainda maior, pois eles nunca são
justificados — e aí a falácia do mundo justo se mostra ainda
mais perversa. Portanto, toda vez que você se sentir movido
a dizer coisas como “O estuprador é quem está errado, é
claro, mas…”, pare por aí. O que vem depois do “mas” é
quase sempre fruto de uma tendência a ver o mundo de uma
forma distorcida só para ele parecer menos injusto.
Disponível em: <http://super.abril.com.br/blogs>. Acesso em: 02 set. 2014
(Adaptado)
“´E as frases acima exemplificam uma maneira como isso
pode acontecer: por meio da falácia do mundo justo.`”
Nessa frase, o trecho
sintaticamente como
a) adjunto adverbial.
b) agente da passiva.
c) objeto indireto.
d) aposto.
e) vocativo.
em
destaque
é
classificado
QUESTÃO 07
(UFES) A circunstância indicada pelo trecho destacado não
está adequada em:
a) Como se vê, a pesquisa do Dr. Zisman é muito
importante. (conformação)
b) Os bebês são considerados pigmeus, desde que não
apresentem três quilos de peso. (condição)
c) Os bebês são tão pequenos, que são considerados
pigmeus. (consequência)
d) Caso eu saiba a causa de seu choro, eu lhe darei
atenção. (causa)
4
e) Ainda que sejamos um país subdesenvolvido, não
podemos aceitar que nasçam tantas crianças subnutridas.
(concessão)
QUESTÃO 08
Disponível em:
http://benettoncomunicacao.blogspot.com/2011/05/charge-do-dia_10.html.
Acesso em 15 jan. 2012. (adaptado)
“Brasil tem 25 milhões de telefones celulares”.
A inferência obtida na relação dessa introdução da charge
com o contexto apresenta
a)
b)
c)
d)
e)
a evolução da tecnologia e o crescimento social.
a mudança da tecnologia e a transformação social.
a propagação da tecnologia e a queda do meio social.
a decadência da tecnologia e o declínio da era social.
a ruína da tecnologia e o descrédito do meio social.
QUESTÃO 09
(UFAM) Assinale a opção correspondente ao
semântico da conjunção como no período abaixo:
valor
Se eu usasse lentes de contato, eu poderia ter um olho
vermelho-sangue e outro amarelo-canário, como um inseto.
a)
b)
c)
d)
e)
consequência
condição
comparação
conformidade
causa
QUESTÃO 10
Com base na leitura do texto abaixo, responda a(s)
questão(ões)
Uma nova preocupação
Desde os meus 16 anos pratico algum tipo de luta. Na
faculdade de Educação Física, na UFRJ, vivia dentro do
ginásio de lutas. Com grandes mestres aprendi que a luta
pode ser um ótimo meio de se educar jovens e crianças e de
realizar a tal inclusão social. [...] Nunca fui expoente em
nenhuma, porém extraí, de cada uma, conhecimentos e
aprendizagens que levo para minha vida. Na luta, aprendi a
respeitar, ter disciplina e principalmente... a não usá-la de
forma inadequada
Aproveitando a moda do “vale tudo”, nome que deu origem
às lutas atualmente conhecidas como MMA (Mix de Artes
Marciais), a rede Globo importa um programa que pode, a
médio e longo prazo, demolir tudo o que os grandes mestres
1
das lutas conseguiram em anos. Na casa intitulada “TUF”, o
que se vê é o oposto que qualquer luta deve trazer para
seus praticantes. É uma sequência de exemplos negativos
[...]. Nos colégios, normalmente as crianças repetem o que
seus ídolos fazem [...] agora elas já começam a imitar o
Anderson Silva, só que o resultado será diferente. A
Educação Física precisa discutir o assunto.
Glossário:
1
TUF: é um reality show chamado The Ultimate Fighter
Fonte: Ricardo Oliveira da Silva [CREF 01822–G/RJ]. Espaço do leitor.
Revista Educação Física, n. 48, jun. 2013. p. 34. [Adaptado]
Considere o seguinte trecho:
[...] a rede Globo importa um programa que pode, a médio e
longo prazo, demolir tudo o que os grandes mestres das
lutas conseguiram em anos.
Assinale a alternativa CORRETA.
a) As formas verbais “importa” e “pode” indicam o tempo e o
modo em que os fatos relatados ocorreram, isto é, no
passado, gramaticalmente conhecido como pretérito perfeito
do indicativo.
b) Na expressão “tudo o que os grandes mestres”, os
termos destacados classificam-se como artigos indefinidos.
c) A forma verbal ‘conseguiram’ está na 3ª pessoa do plural
para concordar com o sujeito “grandes mestres das lutas”.
d) Na expressão “a rede Globo importa um programa”,
temos dois sujeitos simultaneamente: rede Globo / um
programa.
e) As vírgulas são usadas na expressão “a médio e longo
prazo” para separar o sujeito do predicado.
5
QUESTÃO 11
A preposição DE pode preceder diferentes tipos de funções
sintáticas, por exemplo, objeto indireto, como na frase Eu
preciso de você. O termo destacado também exerce a
função de objeto indireto em
a) A construção de novas casas deve ser uma prioridade no
governo atual.
b) Necessitamos de novas casas para abrigar a população.
c) A necessidade de novas casas não pode ser esquecida
pelo governo.
d) A banca de madeira quebrou completamente.
e) A mesa de madeira está no outro cômodo.
QUESTÃO 12
Jovem escritora “quase” famosa
Catarinense de 21 anos é a verdadeira autora de texto que
correu mundo como se fosse de Luis Fernando Verissimo.
Felipe Lenhart
Quem usa o correio eletrônico com frequência já pode ter
recebido um texto que começa com a frase “Ainda pior que a
convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de
um quase” e é assinado por um certo Luis Fernando
Verissimo. Os erros de ortografia e acentuação no nome do
cronista denunciam a falsa autoria. De fato, quem redigiu a
crônica Quase, que rodou o mundo com o “selo de
qualidade” do escritor gaúcho e acabou em uma antologia
de prosa e versos brasileiros traduzidos para o francês, foi a
florianopolitana Sarah Westphal Batista da Silva, 21.
A garota, que foi publicada em um livro na França em meio a
textos de Clarice Lispector, Carlos Drummond de Andrade,
Manuel Bandeira e outros craques, só que com o nome de
Verissimo, mora na Capital, estuda Medicina em Blumenau e
gostaria mesmo é de passar o resto da vida escrevendo.
– Não sou muito de ler, não. Como também não vejo
televisão, fico meio alienada. Mas o tipo de literatura de que
gosto é bem o do Verissimo, como em As Mentiras que os
Homens Contam – afirma.
O périplo de seu texto começou em abril de 2002, numa sala
de aula em Florianópolis. E a “inspiração” para a escrita não
foi das melhores: “um grande fora” de um rapaz com quem
ficava havia três semanas. No dia seguinte à separação,
durante uma aula de Português no cursinho, a professora
escreveu no quadro a transcrição fonética da palavra quase:
/kwaze/.
– Na hora em que olhei aquilo escrito no quadro-negro
pensei: “meu Deus! eu odeio esta palavra!” – afirma.
Um segundo depois, pôs-se a escrever a crônica “Quase”,
como um desabafo e para expurgar a palavra maldita. Afinal,
quase houvera um namoro, quase tudo dera certo.
Terminado o texto, Sarah passou o caderno às amigas, que
leram e gostaram. Um mês depois, encorajada por elogios,
deu o mesmo caderno para o professor de redação ler a
crônica em voz alta para a turma. Foi um sucesso. As
pessoas começaram a pedir o texto. Sarah o enviou por email. A partir daí, não se sabe mais nada.
– O que eu sei é que um ano depois, mais ou menos, uma
amiga apareceu lá em casa com o texto com a assinatura do
Verissimo! Achei aquilo esquisitíssimo. Em seguida, um
monte de gente veio dizer que tinha recebido um e-mail com
o “Quase” assinado pelo Verissimo – afirma.
Sarah conta que ficou envergonhada, pois, depois de um
certo tempo, já não gostava mais do texto e não o achava
digno de um escritor do talento de Luis Fernando Verissimo.
Hoje, mantém a opinião, com arroubos de autocrítica, apesar
do elogio que o próprio cronista fez à redação na coluna do
dia 24 de março.
– Acho o texto primário, previsível e o fim é meio brega. O
português é muito caseiro, breguinha. Mas, quando o
escrevi, fez muito sentido para mim. Era muito bonito – diz
Sarah.
Certo dia, entrou na comunidade do escritor gaúcho no
Orkut e viu o relato de uma leitora. A internauta dizia que só
passara a acompanhar Verissimo na imprensa depois de ter
lido o “Quase”. Sarah respondeu ao comentário afirmando
ser ela a autora do texto. A maioria não acreditou.
O fato é que ela já nem liga mais por não receber os elogios
do famoso texto. Há poucos meses, caiu-lhe em mãos o
diploma de formatura de 2004 do antigo colégio, o mesmo
em que tempos atrás escrevera “Quase”. A crônica estava
impressa no diploma, com a assinatura de Verissimo.
– O pior é que continuo encalhada. Eu já poderia ter escrito
uma Bíblia sobre os foras que já recebi – brinca.
Disponível em <http://www.observatoriodaimprensa.com.br>. Acesso em: 05
set. 2013.
“Sarah conta que ficou envergonhada, pois, depois de um
certo tempo, já não gostava mais do texto e não o achava
digno de um escritor do talento de Luis Fernando Verissimo.”
Considerando-se a relação sintático-semântica entre os
termos desse período, é correto afirmar que
a) o conectivo “pois” possui valor conclusivo.
b) a expressão “depois de um certo tempo” tem função de
aposto.
c) o termo “digno” refere-se ao pronome “o” que, por sua
vez, retoma “texto”.
d) o trecho “de um escritor do talento de Luis Fernando”
completa o sentido do verbo gostar.
QUESTÃO 13
Considere a tirinha abaixo para responder às questões 13 e
14.
Da leitura da tira, pode-se depreender que:
a) Na opinião das duas meninas, a felicidade futura
independe
de
fatores
financeiros.
b) O comportamento da personagem Mafalda, nos
quadrinhos, sugere que ela defende ideias anarquistas.
c) No último quadrinho, a fala de Mafalda indica que ela
realmente se arrependeu de ter agredido a amiga.
d) A pergunta da amiga, presente no segundo quadrinho,
contesta uma visão comercial sobre projetos de vida.
e) O humor da tira decorre da discordância das garotas
sobre valores humanos e bens de consumo.
6
QUESTÃO 14
Assinale a alternativa correta.
a) No primeiro quadrinho, “muitos” e “muita” são,
respectivamente, pronome indefinido e advérbio de
intensidade.
b) A mistura de pronomes de 2ª e de 3ª pessoa, presente
no segundo quadrinho, é uma marca típica da linguagem
coloquial.
c) A conjunção “se” (segundo quadrinho) denota ideia de
finalidade
em
relação
à
oração
anterior.
d) Se estivesse na 2ª pessoa do singular, o verbo
“experimentar” (terceiro quadrinho) seria alterado para
“experimente”.
e) Na segunda ocorrência do verbo “ter”, no último
quadrinho, o acento gráfico diferencial foi abolido após o
Acordo Ortográfico.
QUESTÃO 15
O SABOR DAS FAVELAS
Na virada do século, eles eram frequentados apenas pelos
moradores locais. Há quatro anos, porém, a política de
pacificação reintegrou os morros à cidade. De uma hora
para outra, o Rio de Janeiro voltou a visitar suas favelas:
recuperou antigos mirantes deslumbrantes, conheceu
novas rodas de samba e descobriu uma série de botequins e
restaurantes. Eram tantas as dicas que o cineasta e
pesquisador Sérgio Bloch decidiu compilar tudo e lançar o
Guia Gastronômico das Favelas do Rio (Editora Abbas
Edições/Arte Ensaio; R$ 70,00), um compêndio de capa
dura e fartamente ilustrado com 22 endereços de oito
comunidades pacificadas, com textos de Inês Garçoni e
fotos de Marcos Pinto.
develop normal relationships with their parents, brothers or
sisters, and other children. Often they seem unaware of the
needs and feelings of other people, and may not respond if
another person is hurt or in distress. They also fail to make
friends.
Children with autism usually play alone. Often they engage
in repetitious activities, such as arranging objects in
meaningless patterns, flipping a light switch on and off, or
staring at rotating objects. Some engage in repetitious
body movements, such as spinning, flapping their arms,
swaying, rocking, snapping their fingers, and clapping or
flapping their hands. In some cases these movements may
be harmful, involving repeated biting of their wrists or
banging their head. Children with autism frequently
become upset at minor changes in their surroundings and
daily routines.
Autistic children also have difficulties with language. Some
never learn to speak or develop very limited speech. An
autistic child may say "you" when he means "I" and
produce incorrectly formed sentences. For example, when
the child wants a drink he may say, "You want a drink."
Autistic children may also demonstrate echolalia,
mechanically repeating words or phrases that other
people say.
*fail = não conseguem
www.encarta.msn.com/, 22/09/2003 - with adaptations
De acordo com o texto, o autismo
a) atinge o equivalente a 10.000 crianças em todo o mundo.
b) manifesta-se em crianças com idades entre 2 e 5 anos.
c) aparece mais cedo nos meninos do que nas meninas.
d) modifica o comportamento psicológico da criança.
e) todas as assertivas acima estão erradas.
(Trecho extraído de AZUL Magazine, ed. 01, maio de 2013, p. 28)
“Na virada do século, eles eram frequentados apenas pelos
moradores locais”. ELES refere-se a:
a) restaurantes.
b) botequins.
c) moradores.
d) policiais.
e) morros.
QUESTÃO 16
(UNIMONTES-MG) Texto para responder às questões 16,
17 e 18.
Autism
Autism, disorder that severely impairs development of a
person's ability to communicate, interact with other people,
and maintain normal contact with the outside world. The
disorder was first described in 1943 by American
psychiatrist Leo Kanner. One of the most common
developmental disabilities, autism affects 2 to 5 out of
every 10,000 children and appears before the age of three.
It is four to five times more common in males than in
females.
Autism is often referred to as a spectrum disorder -that is, a
disorder in which symptoms can occur in any combination
and with varying degrees of severity. Symptoms of autism
usually begin during infancy. Autistic infants may stiffen or
go limp when picked up by parents rather than clinging or
cuddling up to them. Autistic infants often show little or no
interest in other people and lack typical social behaviors.
For example, they may not smile at their mother's voice or
make eye contact with caregivers. Autistic children fail* to
QUESTÃO 17
Segundo o texto, são atitudes de uma criança autista,
EXCETO, a repetição:
a) das palavras que ouve.
b) de gestos continuados.
c) de atos que podem feri-la.
d) de um gesto de carinho.
e) todas as repetições acima são feitas por autistas.
QUESTÃO 18
"For example, they may not smile at their mother's voice
or make eye contact with caregivers." A palavra their, em
destaque no trecho acima, faz referência a
a) autistic infants.
b) caregivers.
c) people.
d) parents.
e) mother
QUESTÃO 19
Texto para responder às questões 19 e 20.
Exercising
Everyone should get exercise. People who find the time to
exercise every day or several times a week are usually
healthier, feel better, and have fewer problems with their
weight. There are many ways of getting exercise. You should
choose the kind of exercise that you enjoy, and you can
exercise at a gym, at home, or even on the street. Some
7
people prefer gyms where you pay a monthly fee. At a health
club, you can do exercises by yourself or take classes where
you will do stretching exercises, aerobics etc. You can bike
or lift weights at a health club too. Of course, you can also do
these kinds of exercises home. If you want to lift weights or
ride an exercise bike, though, you will have to buy some
equipment, and this might sometimes be expensive. But you
do not need any special equipment to do aerobics or
stretching exercises. You can also get exercise by jogging on
the streets or in a park. If it is still hard for you to find the time
to exercise, do not worry. You can get some exercise by
walking every day. Most people find it hard to make excuses
for not walking 15 minutes a day. The important thing is to do
something. And start now. You will feel better.
pior; worried: preocupadas; figure out: descobrir; Always:
sempre
VOCABULARY
Everyone= todos
Should= deveriam
Feel= sentir
Find= encontram
several = diversos; vários
healhier= mais saudáveis
weight = peso
to enjoy = apreciar; gostar muito
even = até mesmo
fee = taxa; tarifa
stretching = alongamento
to lift = levantar
excuse= desculpa; justificativa
If he ____________ the basics
____________ a better student.
De acordo com o texto acima, o que geralmente acontece
com as pessoas que se exercitam?
a) Elas perdem peso facilmente e se sentem melhor.
b) Elas não têm nenhum problema de saúde e com o peso.
c) Elas não ficam doentes, se sentem melhor e tem menos
problemas com o peso.
d) Elas se sentem melhor, são mais saudáveis e tem menos
problemas com o peso.
e) Elas nunca ficam doentes e são muito saudáveis.
QUESTÃO 20
Baseado no que foi lido no texto, que tipos de exercícios
você deve fazer?
a) Exercícios de que você gosta.
b) Exercícios de alongamento.
c) Corrida e aeróbica.
d) Caminhar 15 minutos por dia.
e) Exercícios que exigem muito de você.
QUESTÃO 21
TEXT
There is a small fire station in town. At this station, the
firefighters are volunteers. That means they work for free.
The fire station gets some money from the government to
take care of the building and the fire truck. But the fire station
has a problem. Last winter, a pipe in the fire station froze.
Then it burst. Water went everywhere. There is a lot of
damage. Now the building cannot be used. What is worse,
the fire station does not have enough money for the repairs
needed to fix the damage. The people in town are worried
about what will happen if there is a fire and no working fire
station. But they will figure out a way to solve the problem.
They always do!
*fire station: posto de bombeiros; firefighter: bombeiro; truck:
caminhão; pipe: tubo, cano; froze: congelou; burst: explodiu;
damage: dano; to fix: consertar; means: quer dizer; for free:
de graça; take care: tomar conta; winter: inverno; worse:
O principal problema na cidade é que:
a) os bombeiros não conseguem dinheiro
b) um cano congelou no inverno passado.
c) as pessoas não conseguem consertar o prédio dos
bombeiros
d) as pessoas da cidade estão preocupadas
e) os bombeiros trabalham de graça.
QUESTÃO 22
(UFSC- Adapted) Choose the grammatically CORRECT
proposition to complete the blanks in the following sentence
a)
b)
c)
d)
e)
of
computers,
he
learns - will become
learn- will becomes
will know - is
knows- will becomes
learns - will becomes
QUESTÃO 23
UESP (adaptado) – As questões 23 a 24 referem-se ao
texto a seguir.
What if your face were a different race?
Diana, 39, sales manager – I am a 100% Puerto Rican. My
father and mother were both born in Puerto Rico but met in
the United States. My father moved here when he was 9 and
my mom at 18. And yet, people always guess I am anything
but Latin. Friends and strangers alike have asked if I am
Korean or Indian. Even when I am out with my Latin friends,
acquaintances will ask them – in Spanish – if I understand
Spanish.
MARIE CLAIRE. Nov. 2002, p. 142.
Where was Diana born?
a) I Spain.
b) In Puerto Rico.
c) In Korea.
d) In India.
e) In the United States.
QUESTÃO 24
Why does Diana say she is 100% Puerto Rican?
a) Because she was born in Puerto Rico.
b) Because her mother and father were born in Puerto Rico.
c) Because she has lived in Puerto Rico since she was a
child.
d) Because in her heart she is a Puerto Rican.
e) Because she speaks Spanish.
QUESTÃO 25
Texto para responder às questões 25, 26 e 27.
Read the synopsis
The King of Denmark is dead and
has been succeeded by his
brother Claudius. Claudius has
also married Gertrude, the
widowed Queen.
Hamlet, Gertrude’s son, is already
8
distressed by his father’s death and hasty remarriage and
when his father’s ghost appears to tell him that he had been
murdered by Claudius. Hamlet wants revenge. To cover his
intentions, he pretends madness.
Polonius, the lord Chamberlain, whose daughter Ophelia is
all but betrothed to Hamlet, believes that his madness is
caused by repressed love and sets a trap for them. Spied on
by Polonius and Claudius, Hamlet encounters Ophelia and
violently rejects her.
A Company of Players arrives and Hamlet asks them to
perform a play, The Murder of Gonzago, hoping that its
similarity to the murder of his own father will force Claudius
to betray his guilt. Hamlet’s suspicions are confirmed. He
visits his mother, reviling her for her hasty marriage, and
accidentally kills Polonius, hiding in the chamber. Claudius
sends Hamlet to England, planning to have him murdered.
Laertes, Poloniu’s son returns demanding revenge for his
father’s death. His sister, Ophelia, maddened by grief, has
drowned herself. Hamlet returns and confronts Laertes and
Claudius at her funeral. Claudius plots with Laertes to kill
Hamlet in a fencing match in which Laertes will have a
poisoned sword. The plot miscarries and Laertes dies.
Gertrude drinks from a poisoned cup intended for Hamlet
and also dies. Hamlet, wounded by the poisoned sword, kills
Claudius before he, to, dies. Fortinbras of Norway lays claim
to the throne of Denmark
How are Polonius and Laertes related?
a) uncle/ nephew
b) father/ son
c) cousin/ cousin
d) brother/ brother
e) father/ daughter
QUESTÃO 26
Who is the ghost that appears to Hamlet?
a) his grandfather
b) his father
c) Ophelia
d) his mother
e) his brother
QUESTÃO 27
At the end…
a) everybody dies.
b) everybody lives.
c) only one person survives
d) only two people survive.
e) only the father survives.
QUESTÃO 28
WHAT KIND OF LEISURE PROGRAM DO YOU LIKE
BEST?
I. Taking trips (viagens) ________________ will never be
forgotten.
II. Entertaining friends ________________are admired at
your own home.
III. Talking to people __________________ are friendly.
IV. But be careful! Passengers ________________ luggage
(bagagem) weighs over 30 kilos will have to pay excess
baggage.
Mark the correct alternative.
a) which – who – whose – who
b) which – whose - who – who
c) who – who – who – whose
d) which – who – who – whose
e) whose – which – where – who
QUESTÃO 29
Complete the sentences with the appropriate relative
clauses.
“People _______________ lose (perdem) their memories are
said to be suffering from amnesia. Amnesia is a condition in
______________ they forget even their own names.
Sometimes a person __________memory is seriously
affected may never regain it.”
a) which — who — whose
b) who — which — whose
c) who — who — which
d) whose — who — which
e) who- whose- who
QUESTÃO 30
His flowers _______________ better if he waters them more
carefully.
a) grow
b) can grows
c) grows
d) will grow
e) will grows
QUESTÃO 31
Comum às questões: 31, 32 e 33
Eva Perón, según su séquito íntimo
1
Mientras el café ayuda a disipar la temperatura de un
atardecer glacial, Francisco Ernesto Molina, chofer particular
de Eva Perón, toma la iniciativa del relato:
− Yo fui el chofer de la señora Evita − aclara. El trato de la
señora era algo extraordinario. Les diré que era una persona
de carácter, muy dura cuando debía serlo, pero con
5
nosotros, con su personal, el trato era siempre cariñoso. El
día de trabajo de la señora − rememora Molina − comenzaba
muy temprano. Nosotros tomábamos servicio a las 8 de la
mañana. A esa hora, mientras el peluquero la peinaba, ella
ya atendía a la gente humilde que llegaba con algún pedido.
Molina menciona cierta ocasión en que habían salido muy
temprano de la residencia:
− Le pregunté: “¿Adónde vamos?”. “A la boîte*”, me contestó
10
seria. Yo la miré por el espejo, perplejo. “Sí, sí, a la boîte,
al Ministerio de Trabajo y Previsión, porque ahí los hago
bailar a todos”. Jamás nos llamaba por el nombre, siempre
era: “Hijo, vamos a tal lado”. De todas formas, por la señora
sentíamos un afecto especial. Teníamos por ella un gran
fanatismo porque veíamos cómo se sacrificaba. La señora
quemó su vida, la quiso quemar. Pero la quiso quemar por el
general (Perón). Un día − recuerda el chofer − la señora
15
subió al vehículo muy nerviosa, conversando con
un
funcionario de Cancillería. “Esto no se hace así”, le decía
enojada, “esto debe hacerse en esta forma”. Entonces, como
observé que había un clima difícil, levanté el vidrio de la
visión para que le pudiera decir todo lo que quisiera y yo no
tuviera que oírlo. Pero ella enseguida, de su lado, lo volvió a
bajar. Cada vez que tenía que llamarle la atención a alguno
bajaba el vidrio y los hacía pasar vergüenza delante nuestro.
Tenía eso la señora. A la hija del ministro Oscar Nicolini,
20
Irma, le hizo
saludarnos especialmente porque
previamente nos había ignorado al llegar. Eso no quiere
decir que a veces no nos diera un tirón de orejas porque
íbamos muy ligero o por algún otro motivo.
9
Molina recuerda de un crudo invierno a comienzos de la
década del cincuenta. En aquel entonces, en Plaza de Mayo
y Reconquista, estaban todas las paradas de los colectivos:
− Cuando pasamos por el lugar con Evita − señala − , ella
25
empezó a decir: “Ay, pobrecita esa gente, con el frío que
hace. Cuando me dejen a mí, vengan a buscar a estas
personas y las lleven a su casa. Y que esto mismo lo hagan
todos los otros funcionarios que vayan llegando, como orden
del día”. Así que una vez que dejamos a Evita, fuimos a
invitar a los que hacían la cola del colectivo a subir al
automóvil oficial. Una señora del grupo no quería subir. Le
explicamos que era el coche de la señora y que un rato
antes, al pasar, ella misma la había saludado. Les dijimos
30
que teníamos la orden de llevarlos a su casa porque era un
día muy frío. Finalmente subió y la trasladamos hasta Villa
Lugano. Esa gente, cuando se bajó en Lugano, nos besaba
el coche por todos lados.
d) le hizo saludarnos especialmente porque previamente
nos había ignorado al llegar. (ref. 15-20)
e) todas están correctas
QUESTÃO 33
(UERJ)
Para comprobar el ejercicio del poder que
disfrutaba Evita en su condición de primera dama, el
conductor Molina relata algunos de los episodios de que fue
testigo.
De las alternativas abajo la que registra ese poder de Evita
es:
a)
b)
c)
d)
e)
enterarse del sufrimiento del pueblo argentino
cuidar de las necesidades de su séquito personal
discutir los problemas del gobierno en el Ministerio
dedicarse a causas defendidas por el general Perón
hacer lo cierto y así perjudicar a todos
QUESTÃO 34
Molina asegura:
− La señora no tenía “noches de gala”. Todos los días se
terminaba acostando a las 3 de la mañana, pero porque se
quedaba trabajando en su oficina. Eran las tres y media de
35
la mañana y todavía estaba ahí, atendiendo gente. Ella ni
salía a almorzar. Trabajaba desde las 8 de la mañana hasta
las 3 de la mañana del día siguiente. Dormía poco. Una hora
o dos horas, a lo sumo. Quizás ella se sentía ya enferma y
quería darlo todo.
Los relatos se superponen y la memoria domina. Eva Perón
no es una figura de manual de historia, sino una mujer de
carne y hueso.
Semejante devoción sorprende en una época tan fría y tan
carente de devociones como ésta.
ERNESTO CASTRILLÓN Y LUIS CASABAL
www.lanacion.com.ar
*boîte - casa nocturna donde se baila al son de música
(UERJ) Eva Perón no es una figura de manual de historia,
sino una mujer de carne y hueso. (ref. 35)
A partir de esa afirmación, se percibe que el periodista
considera que los relatos basados en la memoria tienen
como característica principal la exposición de:
a)
b)
c)
d)
e)
juicios personales
descripiciones detalladas
narraciones cronológicas
comprobaciones documentales
narraciones cronológicas y detalladas
QUESTÃO 32
(UERJ) Evita mantenía una relación respetuosa mutua con
los trabajadores a su servicio. A los demás, les exigía que
procedieran del mismo modo.
Se observa tal exigencia en el siguiente fragmento:
a) El trato de la señora era algo extraordinario.(ref. 1)
b) Jamás nos llamaba por el nombre, siempre era: “Hijo,
vamos a tal lado”. (ref. 10)
c) Cada vez que tenía que llamarle la atención a alguno
bajaba el vidrio (ref. 15)
Usted
(Luis Miguel)
Usted es la culpable
De todas mis angustias, y todos mis quebrantos
Usted llenó mi vida
De dulces inquietudes, y amargos desencantos
Su amor es como un grito
Que llevo aquí en mi alma y aquí en mi corazón
Y soy aunque no quiera
Esclavo de sus ojos, juguete de su amor
No juegue con mis penas, ni con mis sentimientos
Que es lo único que tengo
Usted es mi esperanza, mi última esperanza
Comprenda de una vez
[…]
Extraído de: <http://www.vagalume.com.br>. Acesso em: 30 set. 2012.
Fecilcam-PR adaptado – En este fragmento de la letra de
esta canción es posible afirmar que el cantante está en una
situación inferior a su amada. La frase que demuestra esto
es:
a) Usted llenó mi vida.
b) Comprenda de una vez.
c) Y soy aunque no quiera.
d) Su amor es como un grito.
e) Esclavo de sus ojos, juguete de su amor.
QUESTÃO 35
Los padres que se hallan demasiado ocupados deberían
calcular el precio que tendrán que pagar tanto ellos como
sus hijos en el caso de fracaso de las relaciones familiares.
Lo subrayado del fragmento también puede ser dicho sin
que se altere el sentido
a) hijos sus.
b) hijos su.
c) suyos hijos.
d) su hijo.
e) hijos suyos.
QUESTÃO 36
O texto abaixo foi publicado em “Español a través de textos”,
de Cecília Fonseca da Silva e Luz María Pires da Silva, em
2002. Leia-o e responda a questão:
“EL AGUA”
1
2
No sabe. No huele. Carece de forma y color . Su estructura
es tan sensible a los agentes externos que sólo se puede
10
encontrar en estado puro en laboratorio y en medio de
extraordinarias medidas de seguridad. Además, pura es
tóxica. Pero es responsable de la vida y de la muerte. Y de
la faz de la tierra.
El agua químicamente pura no existe en la naturaleza. Lo
7
más parecido a la molécula compuesta por dos partes de
5
4
hidrógeno y una de oxígeno – H2O – es el vapor de agua
de las nubes. Pero en cuanto se condensa y cae a la
6
atmósfera en forma de lluvia, se integran a ella nitrógeno,
dióxido de carbono, aerosoles y otros elementos. Una vez en
un lecho – por ejemplo el cauce de un río – el agua sigue
1
perdiendo pureza en contacto con el terreno .
En las plantas de tratamiento y potalización, las aguas de los
ríos y embalses pasan por varias etapas antes de obtener el
visto bueno para ser bebidas. Primero se eliminan las
partículas en suspensión mediante filtros y tamices. Luego
3
se le quitan los olores y se le da buen aspecto . Y finalmente
se desinfecta con cloro.
El 70% del organismo de los humanos está compuesto por
agua y su presencia em cantidades generosas es
imprescindible para que puedan realizarse las funciones
metabólicas que permiten que sobrevivamos. El agua es el
único elemento que puede disolver y hacer reaccionar al
resto de las variadas moléculas de que se componen los
seres vivos, posibilitando el funcionamiento del metabolismo
y la asimilación de los alimentos.
La cantidad de agua en el mundo siempre ha sido la misma
desde principio de los tiempos.
Lo que ha variado – y poco – es su distribución en cada uno
de los recipientes en los que se encuentra en la tierra. Los
mares y los océanos contienen el 94%. El agua subterránea
es sólo el 4% del total y casi el 20% restante está en el hielo
de los glaciares. Menos del 0,02% es el agua que está en
los ríos, pantanos, seres humanos y en la atmósfera.
El agua es el combustible que permite generar la energía
eléctrica con mayor y mejor capacidad de respuesta, mucho
más que las obtenidas con el fuel, carbón uranio y es limpia
y no contamina. Además, el agua utilizada en una central
hidroeléctrica puede ser empleada para otros usos.
(UNIUBE MG) Hidrógeno( REF.5), oxígeno (REF. 4),
atmósfera (REF.6) são palavras:
a)
b)
c)
d)
e)
Heterogenêricas
Heterosemânticas
Heterotográficas
Biléxicas
Heterotônicas
QUESTÃO 37
La lengua de Cristóbal Colón
Aquí termino mi esquema de cómo creo debemos estudiar el
1
desenvolvimiento del idioma. Lejos de constituir un gran
conjunto el siglo XVI, nos aplicamos a buscar porciones
menores bien diferenciadas.
En la época de Nebrija se intenta la primera solución al
problema lingüístico de España, con una orientación
andaluza. Se forma el tipo social del cortesano y la lengua
de la cortesanía hispano-italiana, bajo los auspicios del
“buen gusto”.
En el período de Garcilaso de La Vega esa lengua cortesana
se impone en la literatura, regida por una norma toledana
que repele a la andaluza. Auge del italianismo. Se desechan
los últimos restos de afectación del período nebriense.
2
En la época de los grandes místicos se rechaza el tipo de
lenguaje cortesano para imponer un tipo nacional, pero
3
predominando modalidades de Castilla la Vieja. La llaneza
del lenguaje alcanza su mayor cumbre en Santa Teresa.
En el período de Cervantes empieza a perderse la fe en lo
natural y a afirmarse el valor artístico de la afectación. Se
4
olvida toda norma local del lenguaje para sustituirla por una
norma literaria de grandes individuaciones estilísticas.
6
El lenguaje, la vida cultural del siglo XVI, no es como una
llanura donde el caminante, al amanecer, ve en el horizonte
7
el campanario a cuya sombra va a pernoctar ; el camino
5
serpea por valles y cimas , que es necesario señalar en la
6
guía del viajero .
R. Menéndez Pidal. El lenguaje del siglo XVI, en: La lengua de Cristóbal
Colón.
(UNIUBE MG)
En “La llaneza del lenguaje alcanza su
mayor cumbre en Santa Teresa.”, la palabra subrayada es
una:
a)
b)
c)
d)
e)
palabra parónima
palabra heterosemántica
palabra heterotónica
palabra heterogenérica
palabra homónina
QUESTÃO 38
Texto comum às questões: 38 e 39
La lingüística y el pensamiento en Grecia
Parece juicioso empezar la historia de los estudios
lingüísticos con las aportaciones de los griegos antiguos.
Esta no se refiere fundamentalmente a los méritos de su
obra, que son muy considerables, ni a las deficiencias de la
misma, que los eruditos de la última época nos puedan
apuntar, mirando hacia atrás desde el podio privilegiado del
que se encuentra al final de una larga tradición. Es
simplemente debido a que los griegos, que especularon
sobre el lenguaje y los problemas suscitados en las
investigaciones lingüísticas, iniciaron en Europa los estudios
que podemos llamar ciencia lingüística en su sentido más
amplio, ya que esta ciencia fue un continuo foco de interés
desde la Grecia antigua hasta el día de hoy, en una sucesión
ininterrumpida de erudición, en la que cada investigador era
consciente de los trabajos de sus predecesores y, en cierto
modo, reaccionaba frente a ellos.
No es sólo en la lingüística en lo que los griegos fueron
los pioneros de Europa. Toda la vida intelectual europea, su
pensamiento filosófico, moral, político y estético, halla sus
orígenes en la obra de los pensadores griegos, y todavía hoy
en día uno puede acudir una y otra vez a lo que
conservamos de los trabajos griegos del mundo intelectual
en busca de estímulo y aliento.
Los griegos no fueron el primer grupo de hombres
civilizados que vivieron en Grecia. Aprendieron mucho de las
civilizaciones establecidas en las regiones del Mediterráneo
oriental y en el fértil creciente del Asia Menor, cuna del
hombre civilizado occidental. Pero en Grecia y en su
civilización se desarrolló, por primera vez en la historia
humana, una exigencia insaciable de indagación acerca del
mundo que les rodeaba y sobre las costumbres de los
hombres del mundo.
(R.H. Robins, Breve historia de la lingüística, p.22).
En el segundo párrafo del texto aparece la siguiente
expresión: “y todavía hoy en día uno puede acudir una y otra
vez…”. En ella, es posible sustituir la forma “todavía”, sin
cambio de sentido, por:
a) aún
b) mientras
11
c) sin duda
d) sin embargo
e) a pesar de
QUESTÃO 39
Considere la siguiente expresión que aparece en el segundo
párrafo del texto: “no es sólo en la lingüística en lo que los
griegos fueron pioneros de Europa”. Con relación a la
palabra que aparece destacada, “sólo”, es correcto afirmar
que:
b)
c)
d)
e)
Puente, sal
Señal, nariz
Leche, fraude
Origen, cuchillo
QUESTÃO 45
Fíjate en dibujo y contesta la cuestión propuesta
1) se trata de un adjetivo.
2) equivaldría a la forma portuguesa “apenas”.
3) según las normas ortográficas del español vigentes en la
actualidad, se admitiría escribir dicha palabra sin acento.
4) puede ser sustituida por la forma española “solamente”.
5) puede ser traducida al portugués por “sozinho, sozinha”.
Son correctas:
a)
b)
c)
d)
e)
1, 2, 3, 4 y 5
2, 3 y 4 solamente
1, 2 y 3 solamente
3 y 4 solamente
1 y 3 solamente
QUESTÃO 40
Marca la alternativa en que solamente aparecen deportes
acuáticos.
a) Natación, surf, waterpolo y rugby.
b) Natación, remo, surf y buceo.
c) Piragüismo, buceo, vela y futbol.
d) Esquí acuático, surf, rugby y vela.
e) Todas están correctas .
QUESTÃO 41
En: Mochilas, gafas y zapatillas conquistan las pasarelas y
la calle. El término en negrita puede ser sustituido sin
pérdida de significado por
a) lentejas
b) lentejuelas
c) afeitador
d) pañuelo
e) lentes
QUESTÃO 42
Tú llevas a la playa
a) Bufanda, alfombra y gorra
b) Botella de agua, bañador y chanclas
c) Chanclas, el vaquero y camisa
d) Vestido, zapatos y saco
e) Lentes, pendientes y lavavajilla
QUESTÃO 43
El viaje a Costa Rica fue estupendo. Tuvimos momentos
inolvidables.
El término en negrita es un heterogenérico, o sea, tiene el
género distinto del portugués. Señala la alternativa cuyo
vocablo tiene el mismo género que el ejemplo en negrita.
a) Árbol
b) Dolor
c) Costumbre
d) Sangre
e) Miel
QUESTÃO 44
Señala la alternativa cuyos vocablos son femeninos.
a) Protesta, labor
Unicentro-PR – De la lectura de la viñeta, es correcto
afirmar:
a) Cirilo será un excelente padre.
b) Cirilo está ansioso para ser padre.
c) El ave hembra confirma las informaciones de Cirilo.
d) El ave hembra muestra preocupación por la información
de Cirilo.
e) El ave hembra se siente muy feliz porque espera tener
muchas crías.
12
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS
monumento até o ponto M é igual a 15 m, como mostra a
ilustração abaixo.
QUESTÃO 46
Necessita-se dividir 100 litros de uma substância líquida em
frascos com capacidade máxima de 4 mililitros.
Considerando-se não haver desperdício da substância, o
número mínimo de frascos necessários para a divisão é
a) 25.
b) 250.
c) 2 500.
d) 25 000.
e) 25 0000.
QUESTÃO 47
(FCC – 2012 - modificada) Uma torneira do tanque de uma
residência que está pingando, vaza 300 ml por dia.
Considerando um mês de 30 dias, é correto afirmar que, se
esta torneira não for consertada, a quantidade total de água
desperdiçada ao final desse mês será, em litros, igual a
a) 0,09
b) 0,9
c) 9
d) 0,3
e) 0,2
QUESTÃO 48
Dada a função de primeiro grau f(x) = 2x + 3, qual é o valor
de f(10)?
a) 10
b) 13
c) 23
d) 30
e) 31
QUESTÃO 49
O salário de um vendedor é composto de uma parte fixa no
valor de R$ 800,00, mais uma parte variável de 12% sobre o
valor de suas vendas no mês. Caso ele consiga vender R$
450 000,00, calcule o valor de seu salário.
a) 54000
b) 54800
c) 50000
d) 50800
e) 50900
QUESTÃO 50
(UFPI) Um avião decola, percorrendo uma trajetória retilínea,
formando com o solo, um ângulo de 30º (suponha que a
região sobrevoada pelo avião seja plana). Depois de
percorrer 1 000 metros, qual a altura atingida pelo avião?
a) 500m
b) 1000m
c) 1500m
d) 200m
e) 2000m
QUESTÃO 51
A Torre Eiffel é uma torre treliça de ferro do século XIX
localizada no Champ de Mars, em Paris, que se tornou um
ícone mundial da França e uma das estruturas mais
reconhecidas no mundo. Nomeada em homenagem ao seu
projetista, o engenheiro Gustave Eiffel, foi construída como o
arco de entrada da Exposição Universal de 1889. A torre
possui 324 metros de altura. Uma pomba voou em linha reta
do seu topo até o ponto M. A distância do centro da base do
Qual foi a distância, em metros, percorrida por essa pomba?
a) 3,24m
b) 32,4m
c) 32 400m
d) 324m
e) 34,02m
QUESTÃO 52
Uma parede de 5 m por 2,40 m tem uma porta de 2,00 m por
70 cm e deve ser azulejada com peças quadradas de 10 cm
de lado. O mínimo de azulejos necessários para não haver
sobra é igual a:
a) 106
b) 1.060
c) 10.600
d) 106.000
e) 106.0000
QUESTÃO 53
Considerando que cada aula dura 50 minutos, o intervalo de
tempo de duas aulas seguidas, expresso em segundos, é
de:
a) 3,0 . 10²
b) 3,0 . 10³
c) 3,6 . 10³
d) 6,0 . 10³
e) 7,0 . 10³
QUESTÃO 54
Um quarteirão tem uma área de 1 km². O Sr. João comprou
um terreno de 1000 m² dentro desse quarteirão. Logo, a
área do terreno que o Sr. João comprou corresponde à área
do quarteirão em:
a) 0,1.
b) 0,01.
c) 0,001.
d) 0,0001
e) 0,00001
QUESTÃO 55
(UNICAMP - adaptada) Numa escola é adotado o seguinte
critério: a nota da primeira prova é multiplicada por 1, a nota
da segunda prova é multiplicada por 2 e anota da terceira
prova é multiplicada por 3. Os resultados após somados, são
divididos por 6. Se a média obtida por esse critério for maior
ou igual a 6,5 o aluno é dispensado das atividades de
13
recuperação. Suponha que um aluno tenha tirado 6,3 na
primeira prova e 4,5 na segunda prova. Quanto precisará
tirar na terceira prova para ser dispensado da recuperação?
a) No máximo 7,9
b) No mínimo 9,7
c) No máximo 9,7
d) No mínimo 7,9
e) No máximo 8,5
QUESTÃO 56
(UFRN - adaptada) A academia Fique em Forma cobra uma
taxa fixa de inscrição de R$80,00 e uma mensalidade de R$
50,00. A academia Corpo e Saúde cobra uma taxa fixa de
inscrição de R$60,00 e uma mensalidade de R$55,00. A
expressão algébrica, da academia Fique em Forma, que
representa os gastos acumulados em relação aos meses de
aulas da mesma?
a)
b)
c)
d)
e) Nenhuma das alternativas
QUESTÃO 57
Uma encomenda, para ser enviada pelo correio, tem um
custo C de 10 reais para um peso P de até 1kg. Para cada
quilograma adicional ou fração de quilograma o custo
aumenta 30 centavos. A função que representa o custo de
uma encomenda de peso
kg é:
a)
b)
c)
d)
e)
QUESTÃO 58
Observe a tirinha:
QUESTÃO 59
(Unicamp-SP) Uma pessoa de 1,65 m de altura observa o
topo de um edifício conforme o esquema abaixo. Para
sabermos a altura do prédio, devemos somar 1,65m a:
a)
b)
c)
d)
e)
QUESTÃO 60
Uma escada de 12 metros de comprimento está apoiada sob
um muro. A base da escada está distante do muro cerca de
8 metros. Determine a altura do muro.
a) Aproximadamente 6
b) Aproximadamente 8
c) Aproximadamente 10
d) Aproximadamente 12
e) Aproximadamente 13
QUESTÃO 61
Dado o sistema abaixo, encontre os valores para x e y.
2 x  5 y  13

 2 x  7 y  23
a) S=
b) S=
c) S=
d) S=
e) S=
Os personagens da turma da Mônica sobem uma rampa
empurrando um carrinho.
Supondo que o triângulo demonstrativo da rampa seja
retângulo, de altura igual a 2 metros, e que essa rampa
forme um ângulo de 60° com o solo, a distância percorrida
pelo carrinho até o ponto mais alto da rampa foi de:
a)
b)
c)
d)
e)
{(-1,3})
{(-1,2})
{(1,1})
{(1,2})
{(1,3})
QUESTÃO 62
Encontre os valores dos números, sabendo que a soma de
dois números é 2 e a diferença é 6. Os números
respectivamente são:
a) 3 e -2.
b) 4 e -2.
c) 3 e 2.
d) 4 e 2.
e) 5 e 2.
14
QUESTÃO 63
Sabendo que as retas a, b e c são paralelas, utilize o
Teorema de Tales, o valor de x na figura é de
QUESTÃO 67
O gráfico abaixo representa o crescimento de uma planta em
função do tempo.
Em qual das três semanas registradas houve maior
desenvolvimento da planta:
a) 6
b) 5
c) 4
d) 3
e) 2
QUESTÃO 64
A sombra de um poste vertical, projetada pelo sol sobre um
chão plano, mede 12 m. Nesse mesmo instante, a sombra,
de um bastão vertical de 1 m de altura mede 0,6 m. Qual a
altura do poste?
a) 40 m
b) 30 m
c) 20 m
d) 10m
e) 5 m
QUESTÃO 65
Considere as seguintes expressões:
I.
3 12
3 2
2
II.  2 3 
1
3
6

a) Segunda semana.
b) Primeira semana.
c) O crescimento foi igual.
d) Não há crescimento.
e) Terceira semana.
QUESTÃO 68
Analisando a função f(x) = -3x - 5, podemos concluir que :
a) O gráfico da função é crescente.
b) O ponto onde a função corta o eixo y é (0, -5).
c) x = 2 5 − é zero da função.
d) O gráfico da função é decrescente.
e) Ele não é uma função.
QUESTÃO 69
Uma função do 1º grau, nos dá sempre:
a) uma reta.
b) uma parábola.
c) uma elipse.
d) uma hipérbole.
e) um circulo.
1
4
III.  2  2
QUESTÃO 70
Para todo número
2 2
3
a a  a
É (são) verdadeira(s), somente:
a) I.
b) II.
c) III.
d) I e II.
e) I e III.
a
a) 1 + a + a.
2
b) 1 + a + a .
c)
QUESTÃO 66
Assinale a alternativa correta:
b)
c)
d)
e)
2
d) a + a .
e) 1 + a.
4 5  9 3
a)

3 2
9
3


4
   3   2
2
3
3

5 1
 5 1
16  4
2
a + a.
2
32 5
real
positivo
5
é equivalente a
a,
a
expressão
15
QUESTÃO 71
(Saresp–SP) No desenho abaixo estão representados os
terrenos I, II e III
indicadas na figura abaixo a partir de um ponto no solo. O
comprimento (H), em metros, dessa copa é
a)
b)
c)
d)
e)
Quantos metros de comprimento deverá ter o muro que o
proprietário do terreno II construirá para fechar o lado que
faz frente com a Rua das Rosas?
a) 54 m.
b) 52 m.
c) 44 m.
d) 42 m
e) 32 m.
QUESTÃO 72
Uma estaca tem 1,50 m e projeta uma sua sombra 2,20 m
ao mesmo tempo em que um poste projeta uma sombra de
4,90 m. Qual é a altura do poste?
a) 3,34 metros.
b) 3,55 metros.
c) 4,06 metros.
d) 4,52 metros.
e) 4,54 metros.
QUESTÃO 73
Um mastro usado para hasteamento de bandeiras projeta
uma sombra cujo comprimento é 6 m no mesmo instante em
que uma barra vertical de 1,8 m de altura projeta uma
sombra de 1,20 m de comprimento. Qual é a altura do
mastro?
a) 13 m.
b) 11m.
c) 9 m.
d) 7 m.
e) 5 m.
QUESTÃO 74
(CEFET-PR) A Rua Tenório Quadros e a avenida Teófilo
Silva, ambas retilíneas, se cruzam segundo um ângulo de
30º. Oposto de gasolina Estrela do Sul se encontra na
Avenida Teófilo Silva a 4000 m do citado cruzamento.
Portanto, a distância entre o posto de gasolina Estrela do Sul
e a rua Tenório Quadros, em quilômetros, é igual a:
a) 4
b) 12
c) 2
d) 5
e) 8
QUESTÃO 75
(UEPA – PRISE) Um botânico interessado em descobrir qual
o comprimento da copa de uma árvore fez as observações
10(
15
10
10(
30
-1)
+1)
QUESTÃO 76
(ENEM/2010) O Salto Triplo é uma modalidade do atletismo
em que o atleta dá um salto em um só pé, uma passada e
um salto, nessa ordem. Sendo que o salto com impulsão em
um só pé será feito de modo que o atleta caia primeiro sobre
o mesmo pé que deu a impulsão; na passada ele cairá
com o outro pé, do qual o salto é realizado.
Um atleta da modalidade Salto Triplo, depois de
estudar seus movimentos, percebeu que, do segundo para o
primeiro salto, o alcance diminuía em 1,2 m, e, do
terceiro para o segundo salto, o alcance diminuía 1,5 m.
Querendo atingir a meta de 17,4 m nessa prova e
considerando os seus estudos, a distância alcançada no
primeiro salto teria de estar entre:
a) 4,0 m e 5,0 m.
b) 5,0 m e 6,0 m.
c) 6,0 m e 7,0 m.
d)7,0m e 8,0 m.
e) 8,0 m e 9,0 m.
QUESTÃO 77
Um concurso de vestibular foi aplicado a 32.000 candidatos.
sabe-se que 15.000 candidatos acertaram mais de 10
questões, sabe-se também que 20.000 candidatos
acertaram menos do que 20 questões, pode se concluir que
o numero de candidato que acertaram mais de 10 questões
e menos de 20 questões foi igual a:
a) 2500
b) 3000
c) 3500
d) 4000
e) 4500
QUESTÃO 78
(UNESP) Um grupo de x estudantes se juntou para comprar
um computador portátil (notebook) que custa R$ 3.250,00.
Alguns dias depois, mais três pessoas se juntaram ao grupo,
formando um novo grupo com x + 3 pessoas. Ao fazer a
divisão do valor do computador pelo número de pessoas que
estão compondo o novo grupo, verificou-se que cada pessoa
pagaria R$ 75,00 a menos do que o inicialmente
programado para cada um no primeiro grupo. O número x de
pessoas que formavam o primeiro grupo é:
a) 9
b) 10
c) 11
d) 12
e) 13
16
QUESTÃO 79
(ENEM 2014) Uma ponte precisa ser dimensionada de forma
que possa ter três pontos de sustentação. Sabe-se que a
carga máxima suportada pela ponte será de 12 t. O ponto de
sustentação central receberá 60% da carga da ponte, e o
restante da carga será distribuído igualmente entre os outros
dois pontos de sustentação. No caso de carga máxima, as
cargas recebidas pelos três pontos de sustentação serão,
respectivamente:
a) 1,8t; 8,4t; 1,8t
b) 3,0t; 6,0t; 3,0t
c) 2,4t; 7,2t; 2,4t
d) 3,6t; 4,8t; 3,6t
e) 4,2t; 3,6t; 4,2t
QUESTÃO 80
(ENEM 2010) Nos processos industriais, como na indústria
de cerâmica, é necessário o uso de fornos capazes de
produzir elevadas temperaturas e, em muitas situações, o
tempo de elevação dessa temperatura deve ser controlado,
para garantir a Qualidade do produto final e a economia do
processo. Em uma indústria de cerâmica, o forno é
programado para elevar a temperatura ao longo do tempo de
acordo com a função
A função real que expressa a parábola, no plano cartesiano
da figura, é dada pela lei
onde C é a medida da altura do líquido contido na taça, em
centímetros. Sabe-se que o ponto V na figura, representa o
vértice da parábola, localizado sobre o eixo x.
Nessas condições, a altura do líquido contido na taça, em
centímetros, é:
a) 1
b) 2
c) 4
d) 5
e) 6
QUESTÃO 82
A cada ano, a Amazônia Legal perde, em média, 0,5% de
suas florestas. O percentual parece pequeno, mas equivale
a uma área de quase 5 mil quilômetros quadrados. Os
cálculos feitos pelo Instituto do Homem e do Meio Ambiente
da Amazônia (Imazon) apontam um crescimento de 23% na
taxa de destruição da mata em junho de 2008, quando
comparado ao mesmo mês do ano 2007. Aproximadamente
612 quilômetros quadrados de floresta foram cortados ou
queimados em quatro semanas. Nesse ritmo, um hectare e
meio (15 mil metros quadrados ou pouco mais de um campo
de futebol) da maior floresta tropical do planeta é destruído a
cada minuto. A tabela abaixo mostra dados das áreas
destruídas
em
alguns
Estados
brasileiros.
em que T é o valor da temperatura atingida pelo forno, em
graus Celsius, e t é o tempo, em minutos, decorrido desde o
instante em que o forno é ligado.
Uma peça deve ser colocada nesse forno quando a
temperatura for 48 °C e retirada quando a temperatura for
200 °C. O tempo de permanência dessa peça no forno é, em
minutos, igual a:
a) 100
b) 108
c) 128
d) 130
e) 150
QUESTÃO 81
A parte interior de uma taça foi gerada pela rotação de uma
parábola em torno de um eixo z, conforme mostra a figura
Supondo a manutenção desse ritmo de desmatamento
nesses Estados, o total desmatado entre agosto de 2008 e
junho de 2009, em valores aproximados, foi
a) inferior a 5.000 km².
2
b) superior a 5.000 km e inferior a 6.000 km².
2
c) superior a 6.000 km e inferior a 7.000 km².
2
d) superior a 7.000 km e inferior a 10.000 km².
e) superior a 10.000 km².
QUESTÃO 83
(UFRGS) A expressão
a) √2 + 3√3
4√2
b) 5√2
c) √3
d) 8√2
e) 1
é igual a:
17
QUESTÃO 84
Técnicos concluem mapeamento do aquífero Guarani O
aquífero Guarani localiza-se no subterrâneo dos territórios
da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, com extensão total
de 1.200.000 quilômetros quadrados, dos quais 840.000
quilômetros quadrados estão no Brasil. O aquífero armazena
cerca de 30 mil quilômetros cúbicos de água e é
considerado um dos maiores do mundo. Na maioria das
vezes em que são feitas referências à água, são usadas as
unidades metro cúbico e litro, e não as unidades já descritas.
A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São
Paulo (SABESP) divulgou, por exemplo, um novo
reservatório cuja capacidade de armazenagem é de 20
milhões de litros. Disponível em: http://noticias.terra.com.br.
Acesso em: 10 jul. 2009 (adaptado). Comparando as
capacidades do aquífero Guarani e desse novo reservatório
da SABESP, a capacidade do aqüífero Guarani é
QUESTÃO 88
A balestilha é um instrumento astronômico utilizado na
época das grandes navegações para medir a altura de um
astro ou a distância angular entre dois astros. Ela é
constituída por uma régua graduada, de madeira de secção
quadrada, a que se dá o nome de virote, e onde encaixa
outra régua, a soalha (veja a figura). Encontre o ângulo de
observação, onde a distância do observador até os astros
seja 2000km e a medida do arco entre os astros é de 120
000km.
a) 1,5 x 102 vezes a capacidade do reservatório novo.
b) 1,5 x 103 vezes a capacidade do reservatório novo
c) 1,5 x 106 vezes a capacidade do reservatório novo.
d) 1,5 x 108 vezes a capacidade do reservatório novo.
e) 1,5 x 109 vezes a capacidade do reservatório novo.
QUESTÃO 85
0
4
O valor da expressão (-1) + (-6) : (-2) – 2 é:
a) 20
b) -12
c) 19,5
d) 12
e) 10
a) 30°
b) 45°
c) 60°
d) 120°
e) 20°
QUESTÃO 86
9
2
3 -3
Simplificando a expressão [2 : (2 . 2) ] , obtém-se:
QUESTÃO 89
Com o objetivo de trabalhar com seus alunos o conceito de
volume de sólidos, um professor fez o seguinte experimento:
pegou uma caixa de polietileno, na forma de um cubo com 1
metro de lado, e colocou nela 600 litros de água. Em
seguida, colocou, dentro da caixa com água, um sólido que
ficou
completamente
submerso.
Considerando que, ao colocar o sólido dentro da caixa, a
altura do nível da água passou a ser 80 cm, qual era o
volume do sólido?
a) 0,2 m³
b) 0,48 m³
c) 4,8 m³
d) 20 m³
e) 48 m³
36
a) 2
-30
b) 2
-6
c) 2
d) 1
-1
e) 2
QUESTÃO 87
Em um curso de inglês, as turmas são montadas por meio
da distribuição das idades dos alunos. O gráfico abaixo
representa a quantidade de alunos por suas idades. A
porcentagem de alunos com que será formada uma turma
com idade maior ou igual a 18 anos é:
QUESTÃO 90
Um desfibrilador é um equipamento utilizado em pacientes
durante parada cardiorrespiratória com objetivo de
restabelecer ou reorganizar o ritmo cardíaco. O seu
funcionamento consiste em aplicar uma corrente elétrica
intensa na parede torácica do paciente em um intervalo de
tempo
da
ordem
de
milissegundos.
a) 11%
b) 20%
c) 45%
d) 55%
e) 65%
O gráfico seguinte representa, de forma genérica, o
comportamento da corrente aplicada no peito dos pacientes
em função do tempo.
18
RASCUNHO
De acordo com o gráfico, a contar do instante em que se
inicia o pulso elétrico, a corrente elétrica inverte o seu
sentido após
a) 0,1 ms.
b) 1,4 ms.
c) 3,9 ms.
d) 5,2 ms.
e) 7,2 ms.

Documentos relacionados